<
>

Klopp esbanja sinceridade e condena ato da torcida do Liverpool em jogo do título: 'Não gostei'

'Certamente não foi algo que eu gostei de ver', afirmou Jürgen Klopp sobre as vaias da torcida do Liverpool ao hino inglês


O técnico do Liverpool, Jürgen Klopp, não gostou nada uma atitude da torcida dos Reds durante a vitória sobre o Chelsea, no último sábado (14), na final da FA Cup.

Antes da partida começar, os fãs vermelhos vaiaram a execução do hino da Inglaterra no Estádio de Wembley.

As vaias são uma manifestação do sentimento antinacionalista da região de Merseyside, no noroeste da Inglaterra, e foram endereçadas também ao Príncipe William, futuro monarca britânico, que estava no campo.

Klopp, por sua vez, esbanjou sinceridade ao comentar o tema.

"Certamente não foi algo que eu gostei de ver", disse o alemão.

No entanto, o treinador do Liverpool colocou panos quentes e disse que se os torcedores dos Reds sentem necessidade de vaiar o hino, é porque possuem algum motivo.

"Você tem sempre que fazer a pergunta: por que isso acontece? Eles não fariam isso sem motivo", argumentou o comandante, que disse não entender o bastante do tema para dissertar a respeito.

"Talvez eu não esteja aqui na Inglaterra tempo o bastante para entender todas essas questões. Tenho certeza que é alguma coisa histórica", salientou.

"Eu converso com fãs de diferentes clubes e sei que cada um vê essa questão (de nacionalismo) de forma diferente, mas os torcedores são em sua maioria pessoas maravilhosas e muito espertas", seguiu.

"Eles passam por altos e baixos, sofrem e comemoram juntos. Eles não fariam isso se não houvesse motivo", finalizou.