<
>

Flamengo: Paulo Sousa tranquiliza sobre Rodrigo Caio, mas cita três jogadores que reclamaram de cansaço em empate

play
'Papai Joel' confundiu meia do Fla com já aposentado Petkovic e desesperou filho de Bebeto: 'Quem sai? Comecei a eliminar' (2:59)

Mattheus Oliveira concedeu entrevista exclusiva ao ESPN.com.br (2:59)

Em empate contra o Ceará, Rodrigo Caio terminou a partida chorando com dores de dividida


Na tarde deste sábado (14), o Flamengo visitou o Ceará no Castelão na abertura da 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com dois de Arão, o Rubro-Negro vencia até os minutos finais, quando Nino Paraíba garantiu o 2 a 2. Mendoza marcou o primeiro gol do Vozão.

Após a partida, o técnico Paulo Sousa falou sobre a situação de Rodrigo Caio, tranquilizando a torcida, mas citou três jogadores que deixaram o gramado com problemas.

“Naquele lance, houve uma pancada e ele sentiu, realmente, que disse, um estalo. Penso que foi mais um susto que ele próprio sentiu do que a lesão em si. Esperamos, quando chegarmos, com o tempo possamos avaliar e saber que foi somente um susto, uma pancada”, disse.

"Fomos obrigados a fazer três substituições que não queríamos. Bruno Henrique precisava sair, David no intervalo já tinha condições que não lhe permitiam dar o máximo e o próprio Isla, que próximo de mim me disse que estava com condições debilitadas", completou.

Nos minutos finais, Rodrigo Caio teve dividida forte com Bruno Pacheco e reclamou de dores no tornozelo esquerdo, saindo de campo chorando após o apito final.

Em fala ao Premiere, o zagueiro relatou que escutou estalo após a dividida e que se sente preocupado com a possível gravidade da lesão. Vale ressaltar que o zagueiro retornou aos gramados na última quarta-feira (11) após mais de 150 dias sem entrar em campo por conta de recuperação de cirurgia no joelho direito.

O treinador ainda aproveitou para fazer críticas à arbitragem do Brasileirão, lembrando da derrota para o Botafogo e do gol anulado de Gabigol.

"Eu não sou uma pessoa de fazer muita referência à arbitragem, só que são dois jogos claramente. No Botafogo podíamos fazer 1 a 0 (gol anulado de Gabigol) e termos um controle completamente diferente. E hoje um 3 a 1 numa fase do jogo para poder sentenciar esse jogo", avaliou.

Com o empate, o Flamengo fica em 14° na tabela, com seis pontos em seis jogos. O Ceará, porém, fica no Z-4, em 17°, com quatro pontos. Os dois times voltam a se concentrar nas competições sul-americanas no meio de semana. Na terça (17), o Flamengo encara a Universidad Católica em casa na Conmebol Libertadores. No mesmo dia, pela Copa Sul-Americana, o Ceará encara o General Caballero.