<
>

Guardiola perde a paciência e detona lenda do United após críticas: 'Não vi personalidade quando os destruímos na final da Champions'

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (13), o técnico espanhol detonou Patrice Evra após críticas sobre falta de personalidade dos atletas dos times de Guardiola


A troca de farpas entre Patrice Evra, ex-nome do Manchester United e Pep Guardiola, treinador do Manchester City, segue a todo vapor. Durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (13), o espanhol voltou a fazer duras críticas ao francês, que, no início da semana, havia dito que o treinador ‘prefere atletas que não tenham personalidade’.

Perguntado sobre a rápida recuperação do elenco após a eliminação para o Real Madrid na semifinal da Uefa Champions League, Guardiola falou justamente sobre a personalidade de seus atletas e deu uma nova cutucada no ex-nome do Manchester United.

“Eles têm a mesma personalidade que tinham quando perderam em dois, três minutos a classificação para o Real Madrid. Como os especialistas ex-atletas Berbatov, Evra, Seedorf, esse tipo de pessoa, eu os enfrentei quando eram atletas e não vi esse tipo de personalidade quando destruímos o Manchester United na decisão da Uefa Champions League”, disse o espanhol.

"Você não pode ter personalidade porque sofremos dois gols em um minuto quando tivemos duas chances de marcar. E não temos personalidade porque somos como bebês e depois nos últimos quatro jogos marcamos 22 gols e temos uma personalidade incrível e esse tipo de coisa. Então, sinto muito, mas discordo completamente sobre isso. Personalidade é o que fizemos nos últimos cinco anos a cada três dias em todas as competições. Você sabe, isso é importante", finalizou.

Em 2011, sob o comando do Barcelona, Guardiola liderou os catalães ao título do torneio continental. Na decisão, contra o Manchester United de Alex Ferguson, os ‘culés’ venceram por 3 a 1. Evra era o lateral-esquerdo titular dos Red Devils naquela finalíssima.

No início da semana, em entrevista ao Prime Vídeo, Evra criticou Guardiola sobre a falta de personalidade dos atletas dos times que o espanhol dirige. “O City precisa de líderes, mas Guardiola não quer líderes. Ele não quer personalidade. Ele é o líder. É por isso que quando eles estão com problemas eles não reagem. Eles não têm ninguém em campo para ajudá-los”, analisou.

Guardiola o respondeu na quarta-feira (11) e não deixou barato, uma vez que indicou que Evra ‘talvez queira um emprego no Manchester United’.

"Tive bons e incríveis jogadores no meu passado no Barcelona, Bayern de Munique, Manchester City. Eu poderia dar uma boa lista em termos de personalidade e caráter. A maioria deles ganhou Copas do Mundo, Eurocopas, Champions League e campeonatos nacionais. Patrice, se estivéssemos juntos, eu mostraria a você a personalidade e o caráter dos meus jogadores agora que temos, absolutamente", finalizou.