<
>

Corinthians tem semana decisiva e pode ficar perto de 'pagar orçamento' de 2022 com Copa do Brasil e Libertadores

Corinthians terá duelos decisivos contra a Portuguesa-RJ, nesta quarta-feira (11), pela Copa do Brasil e depois diante do Boca Juniors, na terça (17), pela Libertadores


O Corinthians terá compromissos importantes pela frente que podem ser decisivos para que o clube consiga avançar em dois objetivos para a temporada: esportivo e financeiro.

A começar pelo duelo desta quarta-feira (11) diante da Portuguesa-RJ, às 21h30, na Neo Química Arena.

O time comandado por Vítor Pereira pode garantir classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, que representará um aporte importante para os cofres dos clubes, já que a CBF prevê o pagamento de R$ 1,9 milhão aos times que levarem a melhor nos duelos a partir da terceira fase.

Dentro de campo, o benefício é voltar a conquistar um troféu que não vai para o Parque São Jorge desde 2009. Tricampeão da Copa do Brasil (1995, 2002 e 2009), o Corinthians tem acumulado um jejum de 12 anos sem faturar o principal mata-mata do país. E voltar a ser campeão é algo que passa diretamente pelos cofres alvinegros...

Segundo relatório de previsão orçamentária divulgado pelo clube, a expectativa sobre 2022 é conservadora e fala em avanço da equipe ao menos até a fase oitavas de final.

Para cumprir a meta, o time de Vítor Pereira precisa vencer o rival da Ilha do Governador, depois de empatar em 1 a 1 no jogo de ida. Qualquer resultado de igualdade, leva a decisão para os pênaltis.

Assim como na Copa do Brasil, o orçamento corintiano também prevê que o Timão chega até as oitavas da Conmebol Libertadores, torneio que o clube levantou a taça em 2012.

O duelo contra o Boca Juniors na próxima terça-feira (17), às 21h30, na La Bombonera, pode valer a vaga para o mata-mata com uma rodada de antecedência. Por ter disputado a fase de grupos, o clube do Parque São Jorge já abocanhou 3 milhões de dólares (R$ 15 milhões).

Líder da chave E com 7 pontos, o Corinthians precisa apenas de uma vitória em dois jogos - contra o Boca na terça (17) ou diante do Always Ready-BOL no dia 26 - para faturar a grana, chegar no mata-mata e ''pagar o orçamento''.

Após isso, caso passe para as oitavas do torneio continental, ganhará mais 1,05 milhão de doláres (R$ 5 milhões).