<
>

Ex-presidente do Flamengo defende Jesus, critica Landim e rebate empresário de Paulo Sousa: 'Ridículo'

Ex-presidente do Flamengo, Kleber Leite defendeu Jorge Jesus em polêmica com Paulo Sousa


Anfitrião do jantar no qual Jorge Jesus manifestou sua vontade de voltar a treinar o Flamengo, o ex-presidente Kleber Leite defendeu o treinador português. Em um texto publicado em seu blog, ele também detonou Rodolfo Landim, atual mandatário do clube rubro-negro, e rebateu o empresário de Paulo Sousa.

"Inacreditável que a repercussão de um encontro entre amigos, cuja única finalidade era homenagear e estender o tapete vermelho (…e preto!) para Jorge Jesus, sua mulher, Ivone, e seu filho, Mauro, tenha enveredado pelo caminho do absurdo, envolvendo pessoas de boa-fé", disse Leite.

O ex-presidente disse que Jesus não concedeu entrevista ao colunista do UOL, Renato Maurício Prado. As declarações do português teriam sido feitas em uma conversa informal com o jornalista.

"Durante o jogo e, posteriormente, no jantar, Renato foi matando sua curiosidade, em longo papo com JJ, seu maior ídolo rubro-negro depois de Zico. Nada do que ouvi representou novidade para mim, como, por exemplo, ter a certeza de que adoraria ele voltar a dirigir o Flamengo. Da mesma forma, de que isto não seria simples neste momento, pois após o dia 20, desvinculado de seu compromisso com o Benfica, teria que cuidar da vida, ganhar o sustento da sua família. Enfim, no papo, rigorosamente, disse o óbvio, com sinceridade absoluta, diria mesmo, infantil, sem nenhuma maldade", afirmou.

Kleber Leite criticou também a postura do empresário de Paulo Sousa, Hugo Cajuda, e Rodolfo Landim, que criticaram Jorge Jesus.

"Alguém tinha alguma dúvida de que Jorge Jesus alimentava o desejo de um dia voltar a dirigir o Flamengo? Alguém tem dúvida de que, após o dia 20, totalmente livre e desimpedido, Jorge Jesus estará em algum clube, até porque, precisa trabalhar para sustentar sua família? Portanto, um absurdo tudo isto, onde oportunistas de plantão aproveitam para tirar uma casquinha, como por exemplo, o procurador de Paulo Sousa. Ridículo! Pena que o presidente do Flamengo, que com um simples telefonema poderia ter a absoluta noção dos fatos, preferiu colocar lenha na fogueira, criticando Jorge Jesus de forma injusta, além de demonstrar profunda ingratidão, afinal, o ano mágico de 2019, em que Landim era o presidente do clube, não teria existido não fosse o doce Portuga. Alguém dúvida disso?", disse Kleber Leite.

Conforme apurou o ESPN.com.br, as declarações de Jorge Jesus não foram bem aceitas, chegando até a comprometer a imagem do Mister em seu país.

O Rubro-Negro volta a campo no próximo domingo (8), às 11h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, para encarar o Botafogo no clássico válido pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro.