<
>

João Paulo desabafa após derrota do Santos e detona arbitragem: 'Tem que ver até quando vai essa palhaçada'

play
Paulinho rompe ligamento do joelho confirmado e passará por cirurgia (1:36)

Não foi divulgado prazo para recuperação, mas a tendência é que o jogador fique de fora dos gramados por pelo menos seis meses. (1:36)

O Santos perdeu por 2 a 1 para o Santos, nesta segunda (2), no Morumbi, pelo Brasileirão


Nesta segunda-feira (2) o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro e levou a melhor no San-São. No Morumbi, em compromisso válido pela 4ª rodada, o Tricolor venceu o Santos por 2 a 1 e voltou a triunfar após duas rodadas na competição.

Ao deixar o gramado, o goleiro João Paulo desabafou sobre a marcação de pênalti a favor da equipe tricolor, que acabou convertido por Luciano, e disparou contra a arbitragem.

O lance gerou polêmica por parte dos jogadores do Santos, que reclamaram bastante do lateral marcado no início da jogada, afirmando que a bola não havia saído completamente e ficaram na bronca.

No entanto, o árbitro Pedro Vuaden marcou a penalidade, depois que um cruzamento de Alisson bateu no braço de Rodrigo Fernández, dentro da área.

''No nosso time não faltou nada, mas mais uma vez, não é primeira nem a segunda vez que a arbitragem vem prejudicar nosso time. A pergunta que fica é: Ninguém faz nada? Tudo bem, pegou na mão indiscutível, mas árbitro marca lateral para nosso time, nosso time vai pegar a bola, ele muda o lance e sai o gol. Se a gente fala alguma coisa, depois é punido. A gente trabalha a semana toda e mais uma vez eles complicam a gente. Tem que ver até quando vai essa palhaçada, porque foi uma palhaçada'', disparou o goleiro ao Premiere.

Pela Copa Sul-Americana, São Paulo e Santos voltam a campo na quinta-feira (5) e fora de casa. Enquanto o Tricolor encara o Everton, no Chile, o Peixe pega a Universidad Católica, no Equador.