<
>

Cuca paga rescisão para o Atletico-MG, prioriza família e vai estudar na Europa: 'Me preparar para o futuro'

Em contato com a ESPN, Cuca revelou que irá para a Europa estudar, busca resolver situações familiares e planeja retorno ao futebol em breve


Cuca deixou o Atlético-MG ao final de 2021 e surpreendeu a todos no clube. O treinador optou por se dedicar a questões familiares para deixar o comando do Galo. No entanto, o retorno ao futebol parece estar próximo.

Em contato com a ESPN, o treinador afirmou que irá para a Europa. França, Itália e Inglaterra serão os destinos de Cuca no meio do ano. O objetivo é estudar e se preparar para a volta ao mercado.

"Vou para a Europa no meio do ano. França, Itália e Inglaterra. Vou me preparar ainda mais para o futuro", começou por afirmar o técnico, antes de voltar a esclarecer os motivos que o fizeram deixar o Atlético-MG.

"Saí do Atlético-MG não foi para trabalhar em outro lugar. Se não teria ficado lá. Preciso arrumar essas situações minhas, estamos arrumando. É minha prioridade", completou à ESPN.

Sobre a rescisão contratual, Cuca afirmou que o valor pago do próprio bolso foi "um pouco menos que R$ 2,5 milhões". Nesta quinta-feira (7), o UOL revelou as cifras desembolsadas pelo técnico.

O treinador comandou o Atlético-MG na conquista do Campeonato Brasileiro de 2021, dando fim a um jejum de 51 anos do clube sem o título nacional, e esteve à frente ainda nas taças do Mineiro e da Copa do Brasil, além de ter chegado à semifinal da Conmebol Libertadores.

Na nota oficial em que anunciou a saída do comandante, o Galo revelou que o técnico não trabalharia em nenhuma equipe em 2022 'para se dedicar unicamente as questões familiares'.

“Cuca alegou motivos pessoais, de ordem familiar, e disse que sua decisão era irretratável, apesar das seguidas tentativas dos dirigentes em demovê-lo e buscar um caminho no qual fosse possível conciliar as questões particulares com o trabalho. O treinador também afirmou, na mesma reunião, que não iria trabalhar em nenhum outro clube em 2022, para se dedicar unicamente às questões familiares”, apontou o clube em nota.