<
>

Por que Flamengo tem Vasco entalado na garganta e entra mais pressionado que o normal em clássico

play
Professor na escola portuguesa de futebol, Jorge Castelo analisa 'momento mágico' que Jorge Jesus viveu no Flamengo (1:10)

Jorge Castelo é o Bola da Vez desta semana; assista pela ESPN no Star+ (1:10)

Após tropeço na última partida, Flamengo enfrenta o Vasco cercado por críticas


O Flamengo terá, neste domingo (6), às 16h (de Brasília), seu terceiro clássico pelo Campeonato Carioca. Após a derrota para o Fluminense e a vitória contra o Botafogo, o Vasco será o rival da vez.

E a equipe chegará pressionada para a partida. O primeiro motivo é o fato de o Cruzmaltino estar engasgado na garganta do rival rubro-negro pelo confronto da última temporada.

Depois de cinco anos e 17 jogos sem perder para o Gigante da Colina, o Fla sofreu dura derrota por 3 a 1 no único enfrentamento em que tiveram ao longo da temporada, com direito à provocação de Morato em comemoração de gol.

O segundo ponto que esquenta o clima para o clássico são as cobranças direcionadas ao técnico Paulo Sousa em seu início de trabalho. Depois do empate contra o Resende na última rodada, o presidente da Raça Rubro-Negra, uma das principais organizadas do clube, divulgou vídeo criticando o português.

“Segue o senhor Paulo Sousa inventando moda. O português chegou no Rio querendo inventar moda. Ele barra o Arrascaeta, o Arrascaeta não pode ser barrado, meu querido. Qual parte você não entendeu ainda? Arrascaeta não pode ser barrado”, disse.

“Aí ele começa com o meio-campo ideal, que é um meio-campo com intensidade e com pegada, que é João Gomes e Andreas. Chega de Willian Arão. Aí ele volta com Willian Arão para o segundo tempo. Ele começa com Pedro e Gabigol, que é o ataque ideal, aí ele tira o Pedro. Pelo amor de Deus, só faz m***. Parar de fazer essa p*** de teste, irmão. Escolhe o time e manda para jogar”, completou.