<
>

Morre Sir Frank Williams, fundador da escuderia Williams e lenda da Fórmula 1

Sir Frank Williams foi o chefe de equipe mais longevo da história da Fórmula 1, conquistando 9 mundiais de construtores e 7 títulos de pilotos à frente da Williams


A escuderia Williams anunciou neste domingo (28) o falecimento de seu fundador e ex-chefe de equipe, Sir Frank Williams, aos 79 anos. Ele foi um dos grandes nomes da história da Fórmula 1 e do automobilismo.

“É com grande tristeza que, em nome da família Williams, a escuderia confirma a morte de Sir Frank Williams, fundador e ex-chefe de equipe da Williams Racing, aos 79 anos”.

Em seguida, a organização da Fórmula 1 também se manifestou por publicações nas redes sociais.

“Nós sentimos a mais imensa e profunda tristeza com o falecimento de Sir Frank Williams. Sua vida foi movida pela paixão pelo esporte a motor; seu legado é imensurável e fará parte da F1 para sempre. Conhecê-lo foi uma inspiração e um privilégio. Ele deixará muita, muita saudade”.

Frank Williams iniciou sua trajetória no automobilismo como piloto e mecânico até chegar à Fórmula 1 em 1969. Em 1977, ele fundou a Williams e ficou à frente da escuderia até 2012, tornando-se o chefe de equipe mais longevo da história da categoria.

A partir de 2013, a equipe foi comandada por sua filha, Claire Williams, até ser vendida em setembro de 2020 para um fundo de investimentos.

Sob comando de Frank Williams, a escuderia conquistou 9 campeonatos de construtores (1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996 e 1997) e 7 mundiais de pilotos, incluindo o título de 1987 com o brasileiro Nelson Piquet.

Além de Nelson Piquet, vários brasileiros competiram na Fórmula 1 pela Williams: Ayrton Senna (1994), Antonio Pizzonia (2004 e 2005), Rubens Barrichello (2010 e 2011), Bruno Senna (2012) e Felipe Massa (2014 a 2017).