<
>

Ex-presidente revela que Ferrari queria Valentino Rossi na F1

Presidente da Ferrari entre 1991 a 2016, Luca di Montezemolo revelou que a escuderia italiana sonhou em ter o campeão da motovelocidade Valentino Rossi e que os testes realizados pelo piloto não foram operações publicitárias.

“Todo mundo sabe que não foi uma operação de publicidade, a Ferrari não precisava disso. No início foi quase uma cortesia ao desejo de um grande campeão”, revelou o ex-presidente ao Autosport.

Valentino Rossi foi campeão mundial da motovelocidade nove vezes e, segundo Luca, o italiano precisava ganhar experiência na categoria. A ideia da escuderia era emprestar o piloto à Sauber por uma temporada.

“Vi que ele estava forte, principalmente faltava continuidade, mas tinha muito potencial e muita vontade. A certa altura, pensamos que ele ficaria um ano na Sauber, mas ele era inteligente e preferiu permanecer como o número um nas motos do que em quarto ou quinto nos carros”, concluiu Luca di Montezemolo.

O nome e a presença de Rossi circulou no ambiente da Ferrari entre 2004 e 2010. O piloto fez testes na escuderia e chegou a ser cotado para substituir Felipe Massa, após o acidente do brasileiro.