<
>

Hamilton revela não estar 100% recuperado da covid-19: “Ainda sinto algo nos pulmões”

Lewis Hamilton não conseguiu realizar sua melhor performance no treino classificatório do GP de Abu Dhabi. O britânico fez o 3º melhor tempo e perdeu a pole position para o holandês Max Verstappen, sendo batido também por seu companheiro Valtteri Bottas, que larga na 2º posição.

Diante do resultado, o piloto revelou que não está totalmente recuperado da covid-19, embora tenha testado negativo. Ele declarou que agora entende as consequências que o coronavírus pode causar e que ainda sente algo em seus pulmões.

“Sou apenas grato por estar de volta e, ainda que não 100%, dei tudo que tinha. Eu não quero entrar em detalhes, mas isso mostra o quão sério é o vírus. Sinto muito por aqueles que sofreram com isso, que perderam entes queridos, porque agora consigo compreender a força do vírus”, afirmou.

“Não estou 100%, pois ainda sinto algo nos pulmões. Ainda assim, eu pilotaria mesmo com um braço pendurado, é o que fazemos enquanto pilotos. Definitivamente não será a mais fácil das corridas, do ponto de vista físico, mas vou tentar dar tudo que tenho”, completou o britânico.

O heptacampeão da Fórmula 1 também ressaltou que tem enfrentado problemas para retomar o ritmo e deu detalhes de como sua forma física foi alterada durante o período que passou contaminado pela covid-19, mas não há nada que o impeça de dar o seu melhor possível na corrida deste domingo.

“Tem sido um fim de semana complicado. Voltar ao ritmo, ainda que tenha passado apenas duas semanas, é difícil. Tenho sofrido com o equilíbrio do carro neste fim de semana”, destacou o piloto.

“Afeta a energia de maneira geral. Um dos sintomas é que o vírus te deixa realmente esgotado. Tentei dormir o máximo que pude, mas recarregar as baterias não é tão fácil quanto normalmente seria. Perdi bastante peso na última semana, então, como disse, não estou 100% em relação à última corrida que disputei. Mas isso não me impedirá, de forma alguma, de dar o meu melhor amanhã”, finalizou Hamilton.