<
>

F1: Sebastian Vettel, de saída da Ferrari, assina pela Aston Martin para a temporada 2021 e além

play
Após 1ª vitória na F1, Gasly comenta saída da Red Bull e 'resposta na pista': 'Houve razões para não ser competitivo, mas não queria ir na mídia' (1:42)

Piloto francês levou a AlphaTauri ao primeiro lugar em Monza e conquistou sua primeira vitória na categoria (1:42)

Um dia após Sergio Pérez anunciar que não seguiria na Racing Point ao fim da atual temporada da Fórmula 1, a equipe confirmou nesta quinta-feira seu substituto: o tetracampeão Sebastian Vettel.

A escuderia - que passará a se chamar Aston Martin a partir do próximo ano - afirma que o acordo com o piloto alemão vale para "2021 e além".

"A contratação de Sebastian é uma afirmação clara da ambição da equipe de se estabelecer como um dos nomes mais competitivos do esporte", continua a nota.

A Racing Point é uma das surpresas de 2020 na categoria, tendo conquistado pódios e polêmicas também - equipes chegaram a fazer protesto formal contra o carro, que seria uma "cópia" da Mercedes.

Vettel vive uma temporada 2020 para esquecer na Ferrari, e foi anunciado ainda antes do início do Mundial que eles não seguiriam mais juntos. O dono de 53 vitórias na F1 chegou até mesmo a falar em aposentadoria, mas conseguiu um acordo.

"Estou satisfeito por finalmente dividir esta notícia animadora sobre meu futuro. Estou extremamente orgulhoso de dizer que eu me tornarei um piloto da Aston Martin em 2021. É uma nova aventura para mim com uma montadora verdadeiramente lendária. Tenho ficado impressionado com os resultados que a equipe vem conquistando neste ano, e eu acredito que o futuro parece ainda mais brilhante", disse o tetracampeão.

"Eu ainda tenho muito amor pela Fórmula 1, e minha única motivação é correr na frente do grid. Fazer isso com a Aston Martin será um privilégio imenso", decretou Vettel.