<
>

F1: Hamilton roda na pista, quebra recorde com volta mais rápida e confirma pole em Silverstone

Foi bem sofrido, mas deu tudo certo para Lewis Hamilton. O piloto da Mercedes chegou a rodar na pista durante a segunda fase do treino classificatório para o GP da Inglaterra, mas teve uma grande recuperação. No fim, superou Valtteri Bottas, companheiro e “rival” de equipe, firmando um novo recorde do circuito de Silverstone e assegurando a 91ª pole position da carreira.

O piloto cravou 1min24s303 na última etapa do treino oficial de F1, ficando 0s313 à frente de Bottas, o piloto que vinha liderando todos os testes e treinos até então na Inglaterra. Este é agora o melhor tempo do circuito.

A nova pole também faz Hamilton ampliar o recorde na Fórmula 1, além de lhe dar uma vantagem dentro de casa. Ele é favorito no GP da Inglaterra, às 10h (de Brasília) deste domingo (2 de agosto).

E pensar que tudo quase foi por água abaixo na primeira tentativa do piloto no Q2. Com pneus médios, alías como a grande maioria dos competidores, ele demonstrou dificuldades para controlar o carro e rodou na curva Luffield.

A Mercedes de Hamilton ainda sujou a pista, fazendo o treino receber bandeira vermelha a quase nove minutos do fim da etapa.

Se ele tinha dificuldade naquele momento, Bottas esbanjava segurança e perfeição. O finlandês já havia liderado o Q3 com o melhor tempo e registrou 1min25s015 no Q2. Estava voando baixo, literalmente.

No Q1, Hamilton revolucionou. Firmou o melhor tempo logo na primeira tentativa. Vale lembrar que ele é o maior vencedor do circuito (6 vezes) e o dono do melhor tempo, que ele quebrou. Portanto, conhece como poucos o local.

O GP da Inglaterra é a quarta etapa da F1 em 2020, temporada abalada pela pandemia do novo coronavírus. O líder do Mundial é Hamilton, com 63 pontos. Bottas está atrás dele, com 58.

Veja o grid de largada do GP da Inglaterra

1) Lewis Hamilton, Mercedes – 1min24s303

2) Valtteri Bottas, Mercedes – 1min24s616

3) Max Verstappen, Red Bull – 1min25s325

4) Charles Leclerc, Ferrari – 1min25s427

5) Lando Norris, McLaren – 1min25s782

6) Lance Stroll, Racing Point – 1min25s839

7) Carlos Sainz, McLaren – 1min25s965

8) Daniel Ricciardo, Renault – 1min26s009

9) Esteban Ocon, Renault – 1min26s209

10) Sebastian Vettel, Ferrari – 1min26s339

Eliminados no Q2

11) Pierre Gasly, AlphaTauri – 1min26s501

12) Alexander Albon, Red Bull – 1min26s545

13) Nico Hulkenberg, Racing Point – 1min26s566

14) Daniil Kvyat, AlphaTauri – 1min26s744

15) George Russell, Williams – 1min27s092

Eliminados no Q3

16) Kevin Magnussen, Hass – 1min27s158

17) Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo – 1min27s164

18) Kimi Räikkönen, Alfa Romeo – 1min27s366

19) Romain Grosjean, Hass – 1min27s643

20) Nicholas Latifi, Williams – 1min27s705