<
>

F1: João Doria diz que GP do Brasil vai acontecer em 2020: 'Contrato tem que ser cumprido'

play
De arrepiar: Trombonista brasileiro toca tema oficial da Fórmula 1 e bomba nas redes sociais (3:29)

O vídeo de Raphael Paixão ainda foi compartilhado pela conta oficial da F1, o @f1 | via @raphaeltrombone (3:29)

Após o chefe da Mercedes, Toto Wolff, dizer que o GP do Brasil de Fórmula 1 não deveria acontecer em 2020 por causa da situação crítica da COVID-19 no país, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, assegurou nesta sexta-feira que a prova será, sim, realizada no Autódromo de Interlagos, na capital paulista.

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado, o político garantiu que a prova será disputada, seguindo os protocolos de saúde estipulados, e salientou que a decisão de cancelar o GP "não é tão simples".

"Para este ano, está confirmada a Fórmula 1 (no Brasil) e o autódromo está preparado para receber a Fórmula 1, evidentemente dentro dos protocolos de saúde. Os organizadores sabem que em qualquer parte do mundo, devem obedecer os protolocos de saúde da cidade", afirmou.

"Com relação a este ano, o contrato tem de ser cumprido. É preciso deixar isso claro de parte à parte", disse, ressaltando também que, até novembro, quando geralmente acontece a corrida, a situação do coronavírus já terá melhorado.

Sobre a possibilidade do GP do Brasil deixar de ser realizado em São Paulo para passar a ocorrer em um novo autódromo no Rio de Janeiro, Doria argumentou que "não faz sentido" a contrução de uma nova pista em um momento de crise financeira e sanitária no país.

"Nada contra o Rio, mas não faz sentido o gasto de R$ 1 bilhão pra se construir um autódromo em uma área que não tem aprovação ambiental e em uma época de pandemia e de escassez de dinheiro em todo o país", opinou.

O governador ainda salientou que está "dialogando e conversando" com o grupo norte-americano Liberty Media, dono dos direitos da F1, para manter o GP do Brasil em Interlagos.

"Seguimos dialogando e conversando com a Liberty Media com vista à renovação desse contrato. Não há uma decisão firmada pela Liberty, mas há uma manifestação formalizada pelo Governo e pela prefeitura", observou.

Segundo Doria, Interlagos é uma pista bem avaliada por pilotos e dirigentes e continua como favorita a permanecer no calendário.