<
>

Hamilton critica silêncio de pilotos da Fórmula 1 sobre caso George Floyd

Neste domingo, Lewis Hamilton voltou a usar as suas redes sociais para se manifestar sobre o caso George Floyd, homem negro assassinado por um policial nos Estados Unidos. Desta vez, o piloto cobrou o posicionamento de seus colegas de profissão.

Único piloto negro da Fórmula 1, Hamilton criticou o silêncio dos demais atletas da categoria automobilística em relação aos casos de racismo. Em um desabafo no seu Instagram, ele revelou que se sente sozinho quando este assunto é colocado em pauta.

Hamilton cobrou posicionamento dos outros pilotos sobre casos de racismo (Foto: Reprodução)

“Eu vejo aqueles de vocês que estão calados, alguns de vocês são as maiores estrelas, e ainda assim ficam calados no meio da injustiça. Não há sinal de manifestação de ninguém na minha indústria que, é claro, é o esporte dominado por brancos. Sou um dos únicos negros lá e estou sozinho. Eu pensava que agora vocês veriam o que acontece e diriam algo sobre isso, mas vocês não podem ficar ao nosso lado. Só sei que sei quem vocês são e estou vendo tudo isso”, publicou o piloto em seus stories.

A morte de George Floyd por um policial branco, em Minneapolis, causou revolta do movimento negro norte-americano e desencadeou uma série de manifestações antirracistas nos Estados Unidos. Esportistas importantes como LeBron James e Naomi Osaka já haviam se posicionado a favor dos protestos e Lewis Hamilton também foi um deles.

Na última sexta-feira, o britânico atuou pelas redes sociais para compartilhar um vídeo em que criticava os excessos policiais nos Estados Unidos. “Vocês são uma desgraça”, escreveu o piloto junto com a punlicação.