<
>

Coronavírus: Equipes da F1 com sede no Reino Unido se unem para produzir equipamentos de ventilação

play
Fórmula 1: Courtois joga versão virtual do GP do Bahrein durante quarentena (0:22)

O goleiro do Real Madrid gravou o começo da corrida (0:22)

Enquanto a Fórmula 1 ainda busca uma solução para correr ainda em 2020, sete das dez equipes da categoria se uniram em prol ao combate contra o coronavírus.

As sete equipes com sede no Reino Unido (Mercedes, Red Bull, McLaren, Renault, Williams, Racing Point e Haas) se uniram.

Elas anunciaram que, em conjunto, irão usar suas fábricas para auxiliar na produção de aparelhos de ventilação para o comabte à COVID-19.

A ação das equipes foi batizada de "Projeto Pitlnae".