<
>

F1: Lewis Hamilton vai ao pódio nos EUA, conquista o título pela sexta vez e fica um atrás de Schumacher

Lewis Hamilton precisava de apenas quatro pontos neste domingo, no GP dos Estados Unidos, para conquistar o título da Fórmula 1 pela sexta vez.

O britânico da Mercedes, porém, fez mais: conseguiu mais um pódio na temporada com o segundo lugar no Circuito das Américas e agora é hexacampeão isolado (2008, 2014, 2015, 2017, 2018 e 2019) com duas corridas de antecedência.

Com 378 pontos, o inglês nascido em Stevenage não pode mais ser alcançado pelo companheiro na equipe alemã e ganhador em Austin, Valtteri Bottas (314 - com 52 pontos ainda em disputa). Max Verstappen foi o terceiro.

Ele desempatou com Juan Manuel Fangio (argentino pentacampeão nos anos 1950) e tem apenas Michael Schumacher, dono do título sete vezes, à sua frente.

Hamilton teve outra temporada dominante com a Mercedes, tendo pontuado em todas as 19 provas já disputadas, conquistado dez vitórias e subido ao pódio 16 vezes.

A maior ameaça ao título do britânico no Mundial foi seu companheiro, Valtteri Bottas, que praticamente garantiu o vice-campeonato em 2019.

Agora, Lewis Hamilton (34 anos) vai à caça dos recordes de Schumacher, como os títulos e principalmente - o que antes parecia impossível - o maior número de vitórias na F1: 91 do alemão contra 83 do britânico.

Com mudanças drásticas nos carros previstas para 2021, a próxima temporada ainda pode ver outro domínio da Mercedes, e o agora hexacampeão pode liderar mais um Mundial com novos recordes pela frente.