<
>

Leclerc assume culpa por incidente com Verstappen no GP do Japão

Valtteri Bottas venceu o Grande Prêmio do Japão, no último domingo, e a Mercedes sagrou-se campeã de Construtores da temporada 2019. No entanto, outro assunto tomou conta dos noticiários da modalidade: Charles Leclerc, da Ferrari, assumiu a culpa pelo toque em Max Verstappen, da RBR.

O piloto monegasco encostou no holandês, que acabou rodando. Com a situação, Leclerc precisou fazer um pit stop para trocar sua asa dianteira, enquanto Verstappen abandonou a prova em função de um problema mecânico. O ferrarista assumiu o erro.

“Tive uma largada ruim, fiquei um pouco distraído. Vi Seb (Vettel) se mexendo um pouco e então meu tempo de reação foi muito ruim. E com Max eu cometi um erro, claramente”, disse o monegasco após a prova.

“Estava por dentro e atrás de Sev e Lewis, perdi um pouco a dianteira. Normalmente você precisa antecipar essas coisas e eu não fiz isso. Então, sim, eu sou o culpado (pelo toque em Verstappen)”, avaliou.

O holandês precisou abandonar a prova, mas Leclerc conseguiu se recuperar e fechou a corrida em sexto lugar. Bottas foi o primeiro, Vettel o segundo e Hamilton fechou o pódio no circuito de Suzuka, na madrugada do último domingo.