<
>

Quanto custa por ano a equipe mais vitoriosa da F-1 na atualidade? Bem menos do que Barcelona e Real gastam

play
Relembre as trapalhadas da Ferrari (até agora) na temporada 2019 da Fórmula 1 (0:42)

Equipe italiana não está correspondendo às expectativas (0:42)

Equipe mais vitoriosa da Fórmula 1 nos últimos anos, a Mercedes divulgou os gastos da temporada passada. Em 2018, quando conquistou o quinto título consecutivo de pilotos e construtores, a escuderia alemã gastou 349,4 milhões de euros (cerca de R$ 1,5 bilhão).

Embora esteja entre os times de maior orçamento da F-1, o valor é bastante inferior se comparado com o que gastam Barcelona e Real Madrid, dois dos principais times do futebol mundial.

O Barcelona, por exemplo, se tornou nesta temporada o primeiro clube a ter orçamento de 1 bilhão de euros (cerca de R$ 4,4 bilhões). O valor é quase três vezes maior do que a Mercedes gastou para manter a hegemonia de cinco anos na Fórmula 1.

Já o Real Madrid também tem contas bastante acima do que a escuderia alemã. Em agosto deste ano, o jornal Marca publicou que o Real contaria com orçamento recorde de 822 milhões de euros (aproximadamente R$ 3,6 milhões). O valor representa pouco mais que o dobro gasto pela pentacampeã da F-1.

Vale destacar que, assim como no automobilismo, as altas cifras também refletem em campo. Juntos, Real Madrid e Barcelona venceram cinco das últimas seis edições da Champions League.

Neste ano, a Mercedes caminha para assegurar o domínio nas pistas. O britânico Lewis Hamilton lidera o campeonato de pilotos, com 322 pontos, à frente justamente do companheiro de equipe, Valtteri Bottas.