<
>

F1: Hamilton vence na Rússia após lambança da Ferrari e abandono de Vettel

Lewis Hamilton está cada vez mais próximo do sexto título na Fórmula 1 - e neste domingo pode agradecer a Ferrari por isso.

No GP da Rússia, 16º da temporada 2019, o britânico da Mercedes assistiu de camarote às lambanças da Scuderia na estratégia (mesmo tendo uma dobradinha com Sebastian Vettel e Charles Leclerc) e ganhou pela quarta vez no circuito de rua de Sochi, sua nona vitória no ano.

Pior ainda para o alemão tetracampeão, que abandonou a prova por falha no motor logo após seu pit stop, ocasionando um safety car que beneficiou a Mercedes - garantindo também Valtteri Bottas em segundo - e tirou a chance de o monegasco vencer (fechou o pódio).

Largando em segundo, Hamilton caiu uma posição após Vettel saltar de terceiro para o primeiro lugar, deixando também Leclerc para trás.

Os próximos rádios de comunicação mostraram que a Ferrari armou essa estratégia para evitar que o piloto da Mercedes alcançasse a liderança.

O alemão, porém, não quis devolver a primeira posição para o companheiro monegasco, e tudo ficou para as paradas nos boxes.

Leclerc parou primeiro, ultrapassou Vettel, mas o motor do tetracampeão falhou, e o safety car entrou na pista. A Mercedes, então, apressou as paradas de Hamilton e Bottas, que voltaram à frente do ferrarista, e assim o britânico alcançou sua 82ª vitória na F-1.

Lewis Hamilton agora tem 322 pontos e está cada vez mais perto de conquistar seu sexto título na F-1; Bottas chegou a 249, enquanto Leclerc assumiu a terceira colocação no Mundial com 215.

A próxima etapa acontece no Japão, no circuito de Suzuka, em 13 de outubro