<
>

Vettel revela frustração com Leclerc no classificatório do GP da Itália

Sebastian Vettel não parece muito feliz com a pole position do companheiro de Ferrari, o jovem Charles Leclerc. Após o treino classificatório deste sábado, na qual o alemão terminou em quarto para o GP da Itália, ele revelou certa frustração com o monegasco, que não teria cumprido com um acordo interno da equipe.

“Estava na frente (da fila) na primeira tentativa e não deveria ter sido o primeiro na segunda. Não consegui nem abrir a volta, então não posso ficar feliz com isso. Não era o que pretendíamos fazer. Ele (Leclerc) deveria estar à minha frente o tempo todo, o carro estava muito bom e eu tinha uma boa volta, só não consegui o vácuo. Essa é a diferença entre a pole e a não pole hoje”, disse na coletiva de imprensa.

Ele explicou por que o vácuo é importante no circuito de Monza. “O vácuo te dá muito tempo, é o que você está buscando, quase 0s5 de graça. Era minha vez, mas não consegui atingir a meta a tempo. Obviamente, você precisa de alguma diferença para o carro da frente. Não pude abrir a curva com o carro na frente, não foi o ideal e precisamos checar”, avaliou.

Essa rusga foi criada no Q3. Raikkonen errou e a atividade precisou ser paralisada. Na volta, os nove pilotos passaram por um “congestionamento” na pista, já que todos os carros saíram dos boxes no mesmo momento, e apenas Sainz e Leclerc conseguiram abrir a volta derradeira antes de acabar o tempo. Vettel, então, reclamou disso, já que não conseguiu abrir a volta.