<
>

Fórmula 1: em corrida marcada por homenagens, Leclerc segura Hamilton e vence pela 1ª vez

Charles Leclerc, da Ferrari, superou Lewis Hamilton, da Mercedes, para vencer o GP da Bélgica de Fórmula 1 Getty

Era para ser um fim de semana perfeito para Charles Leclerc no Grande Prêmio da Bélgica. Em Spa-Francorchamps, o jovem da Ferrari fez a pole position e conseguiu a primeira vitória de sua carreira na Fórmula 1. A emoção pelo triunfo, porém, acabou ficando em segundo plano com a morte do francês Anthony Hubert, no sábado, na prova da F2.

Leclerc, de 21 anos, chegou a correr ainda na infância com Hubert e dividiam a condição de promessas para o futuro do automobilismo. Neste domingo, conseguiu realizar o sonho que o antigo companheiro não terá a chance.

Na Bélgica, o monegasco fez corrida dominante, liderando praticamente de ponta a ponta, perdendo o primeiro lugar apenas por algumas voltas para o companheiro Sebastian Vettel. No fim, precisou segurar o líder do Mundial, Lewis Hamilton, da Mercedes, que foi segundo.

O pódio ficou com a Ferrari no lugar mais alto, com Leclerc, e as duas Mercedes em seguida, com Hamilton em segundo e Valtteri Bottas na terceira colocação. Vettel ficou em quarto.

Homenagens

Em memória a Hubert, que tinha apenas 22 anos, houve um desfile de carros clássicos com o safety car a frente, com uma bandeira da França hasteada. Os pilotos também se reuniram para um minuto de silêncio, com o capacete do jovem francês no centro deles.

Outra lembrança ao francês aconteceu quando o GP da Bélgica chegou à 19ª volta, o número do carro que Hubert usava. A torcida aproveitou o momento e puxou uma salva de palmas.

O piloto da F2 morreu em uma colisão com o carro de Juan Manuel Correa. O carro do francês bateu na proteção de pneus e voltou para a pista, quando foi atingido novamente de forma violenta.

Classificação

Com o resultado na Bélgica, a liderança do Mundial de pilotos segue com Hamilton, que chegou a 268 pontos, seguido por Bottas, que foi a 203. Com a vitória, Leclerc saltou para 157 pontos, ainda atrás de Vettel, que chegou a 169. Entre os dois carros da Mercedes e da Ferrari, está Max Verstappen, da Red Bull, que tem 181 no terceiro lugar e abandonou logo no início na Bélgica.

A próxima etapa da temporada da Fórmula 1, a 14ª do campeonato, acontece já no próximo final de semana, o Grande Prêmio da Itália, em Monza.