<
>

Lenda da Fórmula 1, Niki Lauda morre aos 70 anos

Niki Lauda falleció a los 70 años. Getty Images

Tricampeão mundial de Fórmula 1, o austríaco Niki Lauda morreu nesta segunda-feira, aos 70 anos de idade.

No início do ano, Lauda teve uma gripe forte após um transplante de pulmão e vinha fazendo hemodiálise.

"Com profunda tristeza, anunciamos que nosso amado Niki morreu pacificamente com sua família na segunda-feira, 20 de maio de 2019. Suas realizações únicas como atleta e empreendedor são e permanecerão inesquecíveis; seu incansável entusiasmo pela ação, sua franqueza e sua coragem permanecem um modelo e uma referência para todos nós. Era um marido amoroso e atencioso, pai e avô longe do público, que sentirá sua falta", escreveu uma porta-voz da Laudamotion, companhia aérea austríaca da qual Lauda era um dos proprietários, em comunicado em nome da família.

O médico Walter Klepetko confirmou à agência Deutschen Presse-Agentur a morte do ex-piloto.

Lauda venceu os títulos da Fórmula 1 em 1975, 77 e 84. Em 76, ele liderava o campeonato quando sofreu um grave acidente em Nurburgring, na Alemanha, que quase o tirou a vida.

O austríaco, na época na Ferrari, ficou mais de dois minutos no fogo de seu carro após uma batida no desafiador circuito. Lauda sobreviveu, ficando com sequelas na pele, mas pouco mais de dois meses depois voltou a correr no GP da Itália.

Após muitos anos afastado da categoria, quando gerenciava sua empresa de aviação, Lauda retornou como consultor técnico da Ferrari nos anos 1990, porém, por um breve período.

Entre 2001 e 2003, Lauda passou pela Jaguar como diretor executivo. Já no final de 2012, foi nomeado presidente não executivo da Mercedes, cargo que permaneceu até os últimos dias de sua vida.

A lenda do esporte era figura recorrente no paddock. Na atual temporada, ele permaneceu afastado e não acompanhou nenhuma corrida in loco.

"Todos na McLaren estão profundamente tristes em saber que nosso amigo, colega e campeão da Fórmula 1 de 1984, Niki Lauda, morreu. Niki será lembrado para sempre em nossos corações e na nossa história", postou a escuderia.