<
>

Gerhard Berger coloca Hamilton no mesmo nível de Ayrton Senna

Cinco vezes campeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton se consolida a cada temporada como um dos maiores do automobilismo mundial. Mas para o ex-piloto Gerhard Berger, companheiro do brasileiro Ayrton Senna na McLaren, o inglês é alguém que se encontra não apenas ao lado dos principais nomes da história, como está no mesmo patamar do brasileiro.

Chefe do DTM, Berger guiou ao lado de Senna na equipe McLaren de 1990 a 1992 e sempre foi um defensor da ideia de que o brasileiro se encontra acima de todos os outros pilotos da Fórmula 1. Antes do 25º aniversário da morte do ex-companheiro, o austríaco ressaltou que os feitos conquistados por Hamilton provam a qualidade e o tamanha significativo do inglês.

“Todo mundo sempre me pergunta: ‘como você vê esse piloto contra o Ayrton?'”, disse Berger. “E eu sempre, em todos os anos, digo que não vejo ninguém perto de Ayrton. Mas Lewis (Hamilton), agora, é o primeiro piloto que coloco no mesmo nível de Ayrton”, completou.

Vencedor de 10 corridas entre 1986 e 1997 vestindo as cores da Benetton, McLaren e Ferrari, Berger também colocou Michael Schumacher na disputa. Porém, ressaltou ser difícil colocar apenas estatísticas na discussão para medir a grandeza de um piloto e sua representatividade para a Fórmula 1 e para o esporte.

“Eu confio mais em sentir e observar do que levar em consideração apenas as estatísticas. Para mim, sempre houve grandes campeões, como Nelson Piquet, como Niki Lauda, como Alain Prost e como Michael (Schumacher). Mas sempre havia uma coisa acima deles, Ayrton. Agora vejo Lewis no mesmo patamar”, finalizou Berger.