<
>

Lando Norris vê McLaren atrás apenas das três “grandes forças” da F1

Depois de dois bons desempenhos nos dois primeiros Grandes Prêmio da temporada 2019 da Fórmula 1, a McLaren sofreu na China, vendo Lando Norris e Carlos Sainz largarem em 15º e 14º, respectivamente, e sequer terminarem a corrida no top 10. Ainda assim, os problemas no último fim de semana não diminuíram a empolgação do estreante da equipe para o restante da competição.

Em entrevista concedida ao Autosport, Norris exaltou o desempenho da McLaren e afirmou que vê a equipe atrás em questão de ritmo apenas das três principais potências da categoria: Mercedes, Ferrari e Red Bull. Ainda assim, lamentou que isso não tenha se provado na China.

“Vendo o ritmo de Carlos (Sainz), como ele não tinha tantos danos, parecia realmente muito bom, melhor até que o das Renaults, melhor do que praticamente todos além dos três primeiros. Havia muito potencial para ser mostrado, o que torna ainda pior o resultado que tivemos. Mas precisamos seguir em frente até Baku”, disse Norris.

Agora, a Fórmula 1 entra em standy by, retornando ao calendário dia 28 de abril com o Grande Prêmio do Azerbaijão. E em Baku, Norris mostrou confiança que a McLaren poderá surpreender e fazer valer o bom ritmo apresentado principalmente nos dois primeiros GPs da temporada.

“Nós apenas não temos o ritmo na classificação, mas em termos de ritmo de corrida você nunca sabe se vai ser incrível ou terrível. Ainda assim, estava parecendo bom. E isso é algo que precisamos lembrar para as próximas corridas: que possivelmente o nosso ritmo de corrida seja um pouco melhor que o nosso ritmo de classificação”, finalizou.