<
>

Piloto da Fórmula 1 é furtado em Barcelona e inicia 'caçada' com patinete, diz jornal

play
'Amanhã eu vou perder': Meligeni revela como técnico o fez vencer rival do qual ele era freguês em Roland Garros (3:44)

Ex-tenista e atual comentarista da ESPN relembrou a vitória contra espanhol Mantilla nas oitavas em 1999 (3:44)

Piloto alemão foi roubado em Barcelona e utilizou o GPS em seus aparelhos para ‘perseguir’ os objetos


A vida de Sebastian Vettel não está nada fácil na temporada 2022. Após terminar o GP de Barcelona da Fórmula 1, realizado no último domingo (22), na modesta 11ª posição, o alemão ainda foi assaltado na cidade espanhola nesta segunda-feira (23). A informação foi revelada pelo diário ‘El Periódico’.

Segundo a publicação, a mochila com os pertences de Vettel foi roubada após os assaltantes a puxaram da janela do carro do alemão, que estava estacionado em frente ao hotel no qual ele e a família estavam hospedados em Barcelona.

O piloto teria utilizado um patinete elétrico, guiado pelo GPS de seu celular que estava conectado ao fone, utensílio que estava na bolsa, para tentar encontrar os demais pertences. O alemão recuperou o objeto, mas a própria mochila, assim como os demais utensílios, foram de fato levados.

A informação do assalto foi confirmada pelo próprio porta-voz da Aston Martin, escuderia de Vettel. “Ele tentou encontrá-lo usando seu iPhone para rastrear seus fones de ouvido que estavam em sua bolsa; mas quando localizou seus fones de ouvido, encontrou-os abandonados e, portanto, não conseguiu localizar sua bolsa roubada”, disse o comunicado.

Ainda de acordo com a imprensa internacional, Vettel procurou a polícia, que iniciou uma investigação para tentar encontrar os criminosos. O alemão ocupa a 14ª colocação no campeonato com apenas quatro pontos marcados em seis corridas. O próximo compromisso será em Mônaco, no dia 29 de maio.