<
>

Para combater a toxidade, conversas por áudio em Valorant serão gravadas

VALORANT é o primeiro jogo a ter a gravação de conversas Divulgação/Riot Games

A Riot Games prepara mudanças importantes que afetam diretamente a experiência de jogo em seus produtos. Sua próxima atualização de Termos de Serviço e Privacidade, que entra em vigor em 30 de maio, trará mudanças relacionadas ao chat por voz, reembolso e implementação de um sistema anti-trapaça em seus jogos nos moldes de VALORANT.

CHAT POR VOZ

Começando por VALORANT, a Riot Games fará a gravação das conversas por voz dentro do game. Segundo a empresa, o conteúdo sonoro será usado para a avaliação de comportamento tóxico e facilitará a tomada de ações contra assédio, discurso de ódio ou fato que atrapalhe de alguma forma a experiência de terceiros. “Precisamos saber o que esses jogadores estão dizendo”, diz o anúncio da novidade.

Os dados serão armazenados e avaliados para a criação de relatórios. Se uma violação for detectada, a Riot promete tomar as devidas providências. A empresa promete a eliminação das conversas após a análise.

REEMBOLSO

A Riot Games implementará uma nova política de reembolso para todos os seus jogos e regiões. A nova política estabelece de regras para o que pode e não pode ser reembolsado, como será solicitação da devolução de dinheiro e como será regulado mercado de terceiros.

ANTI-TRAPAÇA

Por fim, a Riot promete a expansão do combate às trapaças em jogo. Iniciado em VALORANT com o software Vanguard, este enfrentamento vai se espalhar pelos demais jogos da empresa, exigindo dos jogadores a instalações destes novos softwares (não fica claro se é o próprio Vanguard que será usado ou novos aplicativos).

Se quiser saber mais sobre as importantes mudanças do final de maio, acesse este link.