<
>

Wild Rift: Final Level e Riot Games se juntam para realizar o Desafio das Estrelas

O campeonato tem início a partir desta sexta (23) e vai até domingo (25) Divulgação

O jogo Wild Rift, versão mobile do League of Legends, rapidamente tomou conta das lojas mobiles acumulando mais de 100 milhões de downloads desde seu lançamento. Pouco mais de um mês após sua estreia ao redor do mundo, o jogo recebe o Desafio das Estrelas, campeonato beneficente criado pela Final Level em parceria com a Riot Games.

O torneio, que tem como objetivo promover ainda mais o lançamento do título mobile, acontecerá entre os dias 23 e 25 de abril onde oito times liderados por influenciadores do cenário gamer disputarão entre si o título de campeão. A ideia é não só focar na competição, mas também trazer entretenimento e apresentar o título a novos públicos.

"Estamos muito felizes com essa parceria com a Final Level, que permitirá levar à comunidade, por meio de seus influenciadores, toda a emoção do Wild Rift", diz Priscila Queiroz, head de Publishing da Riot Games no Brasil. "A resposta dos jogadores tem sido muito positiva e estamos animados em mostrar para o público mobile como pode ser muito divertido jogar Wild Rift com os amigos", completa.

Os oito nomes que comandarão as equipes participantes da disputa já foram decididos, sendo eles: funBABE, Robo, Mayumi, Keio, Briny, Wellplayed, FenixYTB e Ybig. Cada um será responsável por escolher os outros quatro nomes que ajudarão a alcançar o título do campeonato.

O torneio contará com um formato de eliminação dupla, ou seja, caso perca uma partida a equipe será enviada à chave dos perdedores e, caso a equipe seja derrotada em seu próximo confronto, a mesma está eliminada do torneio. No entanto, o time terá chances de chegar à grande final caso vença todas as partidas da chave dos perdedores.

Vale lembrar que a equipe que chegar à grande final através da chave dos vencedores, começa o confronto com uma partida de vantagem no placar geral. Os confrontos serão disputados em séries melhor de três, enquanto a grande final será decidida em uma melhor de cinco.

“É uma honra poder realizar este torneio em parceria com a Riot. Sabemos que já é um título popular por mais que tenha sido lançado recentemente. Queremos que cada vez mais pessoas tenham conhecimento de que esse pode ser um jogo muito divertido para jogar em horas vagas com uma experiência única. A intenção é oferecer esse grande evento para que os fãs acompanhem as mais diversas comunidades jogando. Na Final Level estamos sempre buscando criar pontos de encontro da comunidade gamer, e é maravilhoso poder fazer isso com um jogo com tamanho potencial”, afirma Gabriel Duarte, diretor de novos negócios da Final Level.

A transmissão de todo o evento ficará por conta do streamer Rakin, que trará os confrontos em seu canal oficial da Twitch e também será o host do evento. O Desafio das Estrelas contará com uma premiação total de R$ 25 mil reais, sendo esta dividida entre o primeiro e segundo lugar.

DOANDO PARA FAZER O BEM

O Desafio das Estrelas não só tem como objetivo não só trazer toda uma competição e entretenimento para a comunidade através do novo título, mas também tem como principal pilar para sua realização a causa social.

Com o caráter beneficente, a quantia conquistada pelas equipes finalistas do Desafio das Estrelas será doada para duas ONGs. A primeira é a Ação da Cidadania, que foi fundada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza e tem como objetivo ajudar os milhares de brasileiros que se encontram hoje abaixo da linha de pobreza e que passam fome todos os dias.

A segunda é a Gerando Falcões que, assim como a Ação da Cidadania, visa combater a fome através da distribuição de cestas básicas digitais em favelas, que hoje contam com cerca de 13,6 milhões de habitantes ao redor do Brasil, segundo dados apresentados no site da própria ONG.

Além do valor arrecadado pela própria competição, o público também poderá participar da ação e ajudar a causa através de doações durante o torneio, que serão destinadas às ONGs.