<
>

Twitch passa a punir usuários por má conduta fora da plataforma

Com a atualização, a plataforma pode punir condutas que ocorrem fora da mesma Shutterstock

Nesta última quarta (07), a plataforma de streaming Twitch anunciou que não só banirá streamers por má conduta dentro da plataforma, algo que já acontece, como também passará a banir aqueles que tiverem condutas consideradas inadequadas fora da mesma. Condutas como discursos de ódio, assédio, ameaças e outras serão punidas, segundo o comunicado divulgado pela empresa.

Com a atualização na Política de Conduta de Ódio e Assédio, a Twitch passa a dividir os maus comportamentos entre duas categorias. A primeira abrange casos de assédio que ocorrem tanto dentro quanto fora da plataforma, levando “em consideração comportamentos e declarações verificáveis que tenham ocorrido fora do serviço e que estejam relacionadas a um incidente ocorrido na Twitch”.

Enquanto isso, a segunda inclui crimes graves que podem ferir a segurança da comunidade da plataforma independente dos mesmos acontecerem dentro da plataforma ou fora. Dentro das condutas que não serão toleradas pela plataforma dentro da segunda categoria e estão passíveis de punição àqueles que estiverem envolvidos estão comportamentos como:

  • Violência mortal e extremismo violento;

  • Atividades ou recrutamento terroristas;

  • Ameaças explícitas ou viáveis de violência em massa (por exemplo, ameaças contra um grupo de pessoas, um evento, ou local onde pessoas se reúnem);

  • Liderança ou participação em um grupo de ódio conhecido;

  • Prática de atividades sexuais não consensuais e/ou violência sexual, ou associação deliberada a essas atividades;

  • Exploração sexual de crianças, como aliciamento de menores e solicitar/distribuir pornografia infantil;

  • Ações que possam comprometer de forma direta e explícita a segurança física da comunidade da Twitch, como ameaça de violência em algum evento da Twitch;

  • Ameaças explícitas ou viáveis contra a Twitch, incluindo a equipe da Twitch.

“Comunidades fortes se desenvolvem através da confiança. Estamos implementando um processo rigoroso que vai nos permitir conduzir investigações de maneira mais minuciosa, justa e com mais sensibilidade. Só tomaremos alguma medida quando houver provas. Isso pode incluir links, capturas de tela, vídeos do comportamento fora da Twitch, entrevistas, interações ou fichas policiais. Entretanto, elas precisam ser verificadas pela nossa equipe de segurança, ou pelos nossos investigadores terceirizados”, comunica a empresa.