<
>

R6: Ar7hur anuncia saída da Nora Rengo com três meses de salários atrasados

play
"O Brasil ter vencido um campeonato mundial, mostra que o cenário é consolidado", diz diretor de Rainbow 6 (4:45)

Ao ESPN Esports, o responsável pela marca do jogo, Alexandre Remy, revelou que a Ubisoft tem planos de voltar a promover torneios no País e como a empresa enxerga o cenário nacional (4:45)

Um dos técnicos brasileiros mais conhecidos do cenário de Rainbow Six Siege, Ar7hur anunciou que está livre no mercado.

Nesta terça-feira (20), o treinador comunicou sua saída da equipe japonesa Nora Rengo - e alegando três meses de salários atrasados.

Na organização desde janeiro deste ano, Ar7hur afirmou que não recebe seus vencimentos desde final de julho.

Dessa forma, os salários atrasados são referentes a agosto, setembro e outubro.

A situação ficou mais agravante porque ele não conseguiu durante esse tempo todo entrar em contato com a diretoria da Nora Rengo.

A organização, inclusive, está envolvida em polêmica desde agosto. Na ocasião, o dono kizoku foi acusado de não realizar o pagamento de salários.

Tanto ex-jogadores como ex-funcionários se mobilizaram para a denúncia contra o dirigente - que, por sua vez, mesmo negando as acusações, deixou o comando da Nora Rengo.

“Depois dessas acusações, tudo começou a dar errado na Nora”, comentou Ar7hur em comunicado oficial. “O time perdeu todos os seus patrocinadores e meu salário parou de chegar. A última vez que recebi um pagamento foi no fim de julho, e já estamos em outubro.”

“Eu ainda estou tentando resolver esse problema com a ajuda do Jinku, nosso manager”, esclareceu. “Mas tem sido quase impossível falar com o kizoku atualmente. Eu tenho várias mensagens sem nenhuma resposta e sempre recebo um monte de desculpas quando consigo contato. Estou no escuro quanto ao meu futuro porque o kizoku está ignorando meu contrato e praticamente desapareceu.”

Ainda assim, Ar7hur se disse aberto a negociações. Ele, inclusive, garantiu que está pronto para escutar propostas de organizações de qualquer região. “Posso trabalhar de Coach, 2º Coach e/ou de Analista.”

O brasileiro tem no currículo uma longa passagem pela Ninjas in Pyjamas, equipe pela qual atuou como analista entre março de 2019 e janeiro de 2020. Logo após a saída da NiP, ele foi contratado pela Nora Rengo.

Os resultados mais expressivos na carreira foram dois Top-3: pela NiP no Brasileirão 2019 e pela Nora na 11ª temporada da Pro League.