<
>

CS:GO: 100Thieves irá deixar cenário de Counter-Strike, diz site

A 100Thieves não terá mais um time de CS:GO, segundo matéria publicada no site da HLTV. O motivo do disband da equipe seria por conta da transferência do jogador australiano jks para a Complexity.

O time que será desfeito é um elenco majoritariamente australiano, que foi adquirido após a dissolução da Renegades. Desde Outubro de 2019, a 100T vem disputando todas as principais competições do mais alto nível no Counter-Strike norte-americano.

A transferência de jks para a Complexity foi publicada primeiro pelo DBLTAP. A organização norte-americana não respondeu à reportagem do ESPN Esports.

O técnico da 100Thieves, Chet, aposentou-se do Counter-Strike:Global Offensive no final de Setembro para assinar um acordo para ajudar a construir e também ser treinador do NRG Esports (seu antigo time), no VALORANT. A 100T não escolheu um nome para repor a saída de Chet.

A 100Thieves entrou no cenário de CS:GO com um elenco brasileiro, após assinar com os ex-Immortals LUCAS1 e HEN1. Os jogadores deixaram a equipe após um desentendimento público com kNg, que ameaçou de morte o analista Thorin, enquanto estava na Immortals e continuou com problemas após o primeiro mês de 100T.

Fundada pelo ex-jogador profissional de Call of Duty, Nadeshot, a 100Thieves começou como uma marca de propaganda. Em 2017, o time se fundiu com uma empresa gerida pelo dono do Cleveland Cavaliers (NBA) para a aplicação nas franquias norte-americanas do League of Legends (LCS). Desde então, a 100T vem se expandindo para novas modalidades.

Texto originalmente publicado no ESPN Esports.