<
>

VALORANT: Com Brasil incluso, Riot anuncia série global First Strike

play
Riot comenta diretrizes de esports que farão parte de seu novo FPS (3:07)

Valorant ainda não foi lançado, mas empresa já fala sobre suas competições e os pilares que irão guiar o cenário (3:07)

O cenário competitivo de VALORANT, que vem sendo aquecido e fomentado pelo mundo todo, ganhou um reforço de peso: a própria publisher, a Riot Games. Nesta quarta-feira (23), a responsável pelo FPS tático anunciou o seu primeiro torneio global da categoria - o First Strike.

Com o torneio próprio, a Riot promoverá uma série mundial com finais regionais. Brasil, América do Norte, Europa, Oceania, Ásia e Oriente Médio serão algumas das sedes.

As regiões passarão por uma série de classificatórios para que oito equipes de todo o evento First Strike estejam nas finais, que estão prevista entre 3 e 6 de dezembro. Cada região contará com o seu próprio campeão.

"VALORANT é um jogo extremamente competitivo que tem apelo mundial e conta com os elementos necessários para se tornar o principal Esport do cenário", comentou Whalen Rozelle, Diretor Sênior de Esports da Riot Games, em comunicado oficial.

"First Strike fornecerá ao nosso próspero ecossistema competitivo a plataforma ideal para demonstrar todo o talento da comunidade, criar legados regionais e construir uma base que apoiará o Esport por vários anos."

Até então, várias parceiras faziam a operação dos torneios de VALORANT via Série Ignição, inclusive no Brasil como a Gamers Club. Ao todo, 20 empresas participaram desse processo.