<
>

Exclusivo: ESPN teve acesso a dois 'spoilers' de Renascer de Zendikar

Em 1º de setembro, o ESPN Esports Brasil teve contato com o início das revelações da próxima coleção de Magic: The Gathering, a Renascer de Zendikar.

O plano, um dos mais queridos dos jogadores, teve sua primeira aparição em 2009 com o bloco que leva o próprio nome - seguido por Despertar do Mundo e Despertar dos Eldrazi, ambos em 2010. E em 2015 tivemos sua última aparição com Batalha por Zendikar e Juramento das Sentinelas. Inclusive, é nessa última coleção que os “Vingadores” de Magic são formados com Jaice, Chandra, Nissa e Gideon.

Zendikar é um plano com temática de aventura, vastas paisagens e defesas naturais. Pensando nisso, é lógico que qualquer jogador consiga ver a sinergia da futura coleção com o último lançamento básico da empresa, Ikoria: Terra de Colossos - ainda mais com a mecânica de aterragem voltando.

E ninguém melhor do que o campeão mundial de Magic, o brasileiro Paulo Vitor Damo da Rosa (PV), para nos dizer se o óbvio pode parecer correto, mesmo com tão pouco revelado. “Hoje em dia a gente tem muitos baralhos no Standard com muitos terrenos, no passado até decks de controles usam de 24 a 26”, comentou em entrevista exclusiva.

“Hoje em dia, com algumas cartas de Ikoria e até um tempo antes, com o Uro e os terrenos castelos os baralhos se sentem mais à vontade em usar mais terrenos então ver um baralho com até 30 terrenos é até natural, o que era impensável antigamente.”

“As cartas hoje em dia são muito fortes também e existem terrenos com habilidade, então você pode utilizar essa quantidade de terrenos sem ‘floodar’ tanto porque eles acabam tendo mais uso”, detalhou.

“Isso faz com que, naturalmente, a mecânica de aterragem seja melhor até porque usar ela em um baralho com vinte e nove terrenos é melhor do que em um baralho com vinte e três. Então acho que essa é uma sinergia importante! Também tem a questão dos ‘terrenos magia’ dessa coleção, que caso você ‘floode’ elas também podem ser usadas como mágica.”

Além disso, PV também opina sobre as novas “dual lands”. “Acho que esses terrenos são bons especialmente pra baralhos agressivos. No standard, os baralhos tipo Grull (verde e vermelho) não funcionam tão bem porque a mana não é boa suficiente e nesses baralhos você não pode depender de terrenos que entram virados, então esses novos terrenos são bons pra esse tipo de baralho que precisa ‘curvar mana’ rápido.”

“O problema é perder as manas que perdem vida como stomping grounds”, pontuou o jogador. “Agora, o problema desses terrenos é em baralhos que possuem muito custo intensivo. Nesse caso, os terrenos que geram duas possibilidades de mana são melhores. Então no geral, essas novas lands são boas pra baralhos agressivos e que não tenham tanta intensidade multicolorida.”

Finalizando o assunto na relação entre Ikoria e Zendicar, o campeão mundial fala sobre uma possível mudança no meta. “Acho que o principal fator para definir o meta é a mana. Eu dei o exemplo do Gruul, ele é um baralho em que as cartas existem, Fera das demandas com brasolâmina por exemplo, é uma combinação muito forte. Então as cartas estão aí e o motivo pra ele não ser tão competitivo é porque a mana não é boa.”

“Agora com a saída das manas que te dão dano, o meta pode ser influenciado. Outro exemplo, o Uro (verde e azul) é o tipo de carta que é intensivo de cores, então não posso botar 12 desses terrenos novos com uma cor ou outra no meu baralho porque vou criar situações em que não vou ter como gerar as manas específicas, então a pergunta é o que eu posso parear agora com esse tipo de deck intensivo, por isso triomas também ficam mais importantes”, explicou.

OS SPOILERS

E agora finalmente indo aos spoilers exclusivos que a ESPN Brasil recebeu da coleção. O primeiro deles é o Vale Kazandu, carta rara, que pode ser jogada como um terreno verde ou uma criatura com o nome de Mamute Kazandu. A carta aparenta ser boa, mas, segundo Paulo Vitor, pode ver mais jogo no formato de criatura e não de terreno.

“Essa carta em específico não é de todo ruim, só essa parte do elefante dela que são três manas, duas verdes e uma incolor, pra ter só uma criatura ‘três três’, isso é ruim”, avaliou.

“Mas ela é basicamente uma criatura ‘cinco cinco’ atacando e às vezes uma “sete sete”, então é o tipo de carta interessante que pode ver jogo em um baralho verde agressivo, que não precisa se preocupar com as cores das manas, só com as curvas. Então essa carta entraria mais como criatura, mas pode ajudar você a curvar uma carta com custo quatro ou custo cinco já que o esse é o tipo de baralho que precisa ter o número certo de terrenos para não sofrer.”

E o nosso segundo spoiler, que não é raro, mas tem seu charme é o Foicepardo Territorial que de acordo com nosso campeão é uma carta mais focada no formato limitado, que pode até ter um papel interessante em um jogo mais parado já que vai ganhando marcadores fixos e tem atropelar. Além disso, ela pode ter algum tipo de suporte de tipo (quem sabe) já que é um felino, mas, de acordo com ele, o standard não vai ser lugar pra esse segundo spoiler.

A nova coleção do Magic será lançada oficialmente no dia 25 de setembro e outros spoilers devem ser revelados de diversas formas, principalmente no dia 10 de setembro em que a Wizard prepara uma competição no formato Histórico que terá a participação do nosso entrevistado Paulo Vitor Damo da Rosa, o PV.

ATRIBUTO DAS CARTAS

Veja o que cada carta tem de atributo.

VALE KAZANDU

  • Tipo: Terreno

  • Legenda: Vale de Kazandu entra no campo de batalha virado

  • Citação: Os elfos não se afastam das árvores. Aqui, onde as árvores acolhem o céu e abrem espaço para as manadas, é a nossa terra." - Triel, convocadora de elefantes de Kazandu

MAMUTE KAZANDU

  • Tipo: Criatura - Elefante Aterragem (3/3)

  • Legenda: Toda vez que um terreno entra no campo de batalha sob seu controle, Mamute de Kazandu recebe +2/+2 até o final do turno.

  • Citação: "Ele não me obedece. Ele coopera comigo." - Triel, convocadora de elefantes de Kazandu

FOICEPARDO TERRITORIAL

  • Tipo: Criatura - Felino (2/1)

  • Legenda: Aterragem - Toda vez que um terreno entrar no campo de batalha sob seu controle, coloque um marcador +1/+1 em Foicepardo Territorial

  • Citação: Estar entre um foicepardo e sua preza faz de você o aperitivo