<
>

GC Masters: 'Desconhecida', Asterius joga ao estilo Astralis pra surpreender

play
CSGO: "É gratificante sentir o carinho do público de perto", afirma FalleN durante Encontro das Lendas (4:05)

Cold e fnx também comentaram o sentimento de rever a torcida do MIBR, enquanto torcedores falaram sobre como é encontrar ídolos (4:05)

Quem olha para o grupo A da quinta edição da GC Masters pode não estar muito familiarizado com uma das equipes participantes. Pouco conhecida pela comunidade de Counter-Strike: Global Offensive, a Asterius Gaming é um dos times azarões do torneio.

Ainda assim, para os analistas fv e Ash, que fazem parte da equipe de transmissão do “Major brasileiro” e conversaram de forma exclusiva com o ESPN Esports Brasil, é pra ficar de olho no time formado por Teko, D4RKSHOT, Leomonster, Desh, Kz1NNN, Roz pode performar.

“É um time forte pro tier 2 do Brasil e que tá buscando qualquer vacilo de adversários fortes para provar que pertence ao topo”, respondeu fv. “Surpreender é uma possibilidade, mas eles vão ter que destruir e jogar como nunca jogou”.

As partidas de abertura da GC Masters serão disputadas no formato MD1. Dessa forma, Ash acredita que é um cenário ainda mais propício para a Asterius surpreender a W7M, adversária da estreia e uma das favoritas ao título.

“Partidas MD1 geralmente trazem surpresas e com o fato da Asterius ser muito forte nos mapas mais padrões (Mirage, Dust2 e Inferno), podemos ver uma zebra logo na primeira partida do campeonato”, projetou.

Ainda assim, fv analisou que “mesmo que se fosse uma MD3, a Asterius teria chance também”. Segundo o comentarista, “eles têm um map pool forte e parecido com a W7M”.

De qualquer forma, independente do formato que fosse a partida, a dupla tem a certeza de que Desh é o nome que faria a diferença para a Asterius. “Além de ser um AWP excelente, também tem poder decisivo em clutchs”, pontuou Ash.

O discurso foi praticamente o mesmo de fv. “Desh vem se destacando muito ultimamente de AWP, ganhado clutchs e fazendo entrys incríveis.” Ainda assim, ele fez questão de exaltar o jogo coletivo. “Não apenas ele, mas o conjunto todo da Asterius manda bem. Quando um brilhar, outro tá lá deitando geral. É um time completo com personalidades e estilos de jogo diferentes. Posso dizer que é um conjunto muito bom.”

ASTERIUS OU ASTRALIS?

Com bons desempenhos pela Liga Dell, a Asterius se destaca por ter “uma base muito sólida e que trabalha num estilo bastante parecido com a Astralis” para Ash. O caster explicou a comparação.

“Essa forma de jogar, alternando estilo de jogo entre passivo e agressivo, coletando informações importantes principalmente do lado defensor, fazem com que ela se torne uma equipe surpreendente e que consiga alguns resultados positivos”, contextualizou.

“Desde que a eles chegaram na Liga Dell, quando ainda eram treinados pelo Disturbed, o estilo de jogo foi algo que chamou bastante a atenção, conseguindo surpreender equipes que estavam, até então, comandando a Liga Dell. Vou ser um pouco mais ousado em dizer que a Asterius hoje é uma das equipes com melhor sistema tático da Liga Dell e com certeza vai aplicar variações que podem surpreender a W7M.”

fv também detalhou alguns aspectos táticos da Asterius. “De TR, tem uma estrutura bem formada com táticas prontas e uma padrão forte. Já de CT, tem setups e retakes muito bem combinados. E o principal: tem bala”, comentou.

“A Asterius vive um bom momento. Mesmo sem títulos, sempre está entre os melhores da Liga Dell. Se não cair na pressão por ser o primeiro jogo do ‘Major brasileiro’, acho que eles têm chances sim, mas a w7m vem como favorito.”

Esse duelo entre Asterius e W7M será, inclusive, o de abertura da GC Masters. Nesta quinta-feira (30), as equipes se enfrentarão às 14h (de Brasília).

GC MASTERS

A quinta edição da GC Masters tem oito equipes na disputa pela maior parte da premiação total de R$ 60 mil. O campeão embolsará metade do valor.

Os times estão divididos em dois grupos, sendo que os dois melhores avançarão para os playoffs. A fase classificatória conta com partidas MD1 e MD3, mas os playoffs serão todas no formato MD3.

Por conta da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), os jogos serão online e ocorrerão entre 30 de julho e 2 de agosto.

A competição, conhecida também como o “Major brasileiro”, é organizada pela Gamers Club, a principal plataforma de campeonatos de esports do Brasil.