<
>

LoL: Riot estuda formato de 'bolha' da NBA para manter o Mundial na China

play
Top 5: O 'silence' de Luci, marotagem de Tinowns e mais nas melhores jogadas do CBLoL (4:41)

Confira os lances mais icônicos da 6ª semana da liga de LoL (4:41)

Várias fontes confirmaram ao ESPN Esports dos EUA que a Riot Games, desenvolvedora de League of Legends, está em negociações para realizar o Mundial de League of Legends 2020 em um formato de “bolha” em uma única cidade, como a NBA.

O formato de bolha, projetado para limitar o contato direto entre seus participantes com pessoas de fora e impedir a propagação do novo coronavírus (COVID-19), levaria as 24 equipes qualificadas para o Mundial de 2020 a Xangai, na China, semanas antes do início do torneio, onde todos ficam em quarentena no mesmo hotel. A partir daí as equipes competiriam de um local centralizado durante o torneio.

O plano inicial da Riot de realizar a décima edição do Mundial na China foi anulado devido à atual pandemia global. Independentemente do sistema de bolha acontecer ou os planos mudarem, fontes disseram que a China também deve receber o Mundial de 2021.

A América do Norte, que sediaria Mundial de 2021, deve ser o cenário para a edição de 2022 da competição, segundo fontes.

As discussões estão em andamento e ocorrem enquanto o próprio país anfitrião trabalha para se proteger adequadamente contra a propagação do COVID-19.

Na quinta-feira (09), o governo chinês cancelou todos os eventos esportivos internacionais para 2020 devido à pandemia, mas essa decisão não deve afetar o evento League of Legends, segundo fontes ao ESPN Esports.

O anúncio da China, divulgado pela Associated Press na quinta-feira, afeta todos os eventos esportivos, exceto os testes para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 em Pequim e Zhangjiakou, mas fontes confirmaram que League of Legends e esports em geral não se enquadram na designação esportiva do país.

O Mundial de League of Legends está programado para ocorrer na China no outono (hemisfério norte), embora as datas do evento não tenham sido definidas por causa da contínua luta mundial em conter o COVID-19. A final do evento está programada para acontecer no Shanghai Stadium, sendo que representantes da Riot Games disseram na edição de 2019 que 2020 teria o maior Mundial de todos os tempos para League of Legends.

Em 2017, o Mundial levou 45 mil fãs ao Estádio Nacional de Pequim, também conhecido como Ninho do Pássaro, com cambistas vendendo ingressos por mais de US$ 1.000, de acordo com reportagem anterior da ESPN. O Shanghai Stadium acomoda 56.000 pessoas e a Riot planeja usar o máximo possível desse espaço este ano para quebrar seu recorde de público.

As equipes chinesas venceram o Mundial de League of Legends nos últimos dois anos: Invictus Gaming em 2018 e FunPlus Phoenix em 2019. A final de 2017 na China contou com os esquadrões sul-coreanos Samsung Galaxy e SK Telecom T1. A Samsung Galaxy levou o título com o placar de 3 a 0.

O novo coronavírus foi encontrado pela primeira vez no final de 2019 em Wuhan, na província chinesa de Hubei. Isso resultou em mais de 4.600 mortes no país, de acordo com o Johns Hopkins Coronavirus Resource Center, e se espalhou para mais de 180 países.

Os EUA são o país mais afetado do mundo, com mais de 3 milhões de casos confirmados e quase 133 mil mortes registradas até esta quinta-feira (10). Globalmente, mais de 550 mil pessoas morreram como resultado do COVID-19, sendo mais de 69 mil no Brasil.

A pandemia levou a Riot Games a cancelar o Mid-Season Invitational deste ano, o segundo principal evento internacional do calendário de League of Legends.

"Estamos comprometidos em oferecer o maior espetáculo que já produzimos na China para comemorar o aniversário de 10 anos do esporte", disse a Riot em comunicado. "Devemos permanecer ágeis com nossos planos e estamos ansiosos para celebrar League of Legends com um memorável Mundial em 2020".

Originalmente publicado no ESPN Esports.