<
>

NFL: Patrick Mahomes superou 'Maldição de Madden' e teve ascensão 'meteórica'

play
Repórter da ESPN solta palavrão no ar e tem reação impagável ao ficar sabendo de novo contrato de Mahomes (0:18)

Mina Kimes leu ao vivo o acordo entre o quarterback e o Kansas City Chiefs (0:18)

Patrick Mahomes e o Kansas City Chiefs firmaram na última segunda-feira (6) um novo vínculo de 10 anos. É mais um acontecimento importante na meteórica carreira do quarterback, que tem tudo para ter iniciado a 'era Mahomes', já que mostrou em pouco mais de dois anos qualidade técnica suficiente para se tornar campeão e um dos principais jogadores da NFL.

Vencedor da última temporada, quando superou o San Francisco 49ers por 31 a 20 no Super Bowl LIV em Miami, e MVP da temporada 2019, Mahomes - o jogador mais bem pago da história dos esportes americanos, com seu contrato de US$ 503 milhões – é também uma estrela em Madden.

Após jogar pela universidade Texas Tech, ser a décima escolha geral no Draft de 2017 e ficar um ano no banco dos Chiefs, o jogador evoluiu agressivamente para se tornar um dos nomes de maior impacto no game de futebol da EA Sports.

Vamos ver como se deu a evolução de Mahomes em Madden e como superou sua “Maldição”.

MADDEN 18

Mahomes entrou franquia como um coadjuvante de rating geral 76, ainda como suplente de Alex Smith. Na oportunidade, o avatar do jogador se destacava em Velocidade (79), Agilidade (88) e Eficiência no Lançamento (76). Já nessa época, continha dois atributos que já se destacavam: Lançamento em Movimento (84) e, principalmente, Força no Lançamento (97).

MADDEN 19

Em Madden 19, na época do lançamento (o game muda o rating de acordo com o desempenho do atleta na vida real), foi classificado como um jogador de 77, atrás de Mariota (79), Lamar Jackson (79) e Trubisky (74).

Após a final da Conferência Americana, quando o Chiefs perdeu a chance de ir para o Super Bowl LIII para o New England Patriots, ele era um jogador de rating “99”, o maior possível no game – ele foi eleito o MVP daquela temporada.

MADDEN 20

Com o sucesso, Patrick Mahomes enfrentou a Maldição de Madden ao ser a capa de Madden 20 – e venceu. Há um folclore em torno de quem é capa da franquia da EA: quando se torna destaque, geralmente acaba tendo problemas dentro e/ou fora de campo.

O jogador até se contundiu na temporada regular, mas perdeu pouco jogos. O QB comandou a equipe dos Chiefs na vitória do Super Bowl LIV e ainda estendeu seu contrato por mais uma década com a equipe de Kansas.

No lançamento de Madden 20, o QB tinha incríveis 97 pontos. Já na última atualização, o jogador voltou a ter 99 pontos de rating geral. Em alguns dos atributos mais importantes de sua posição, mostrou seu salto de qualidade em relação a sua aparição em Madden 18. Se sua capacidade atlética se manteve, ganhou força em seus lançamentos: