<
>

Escalações do CBLoL são reveladas; confira as mudanças nos times

Equipes foram ao mercado se preparar para o 2º Split do CBLoL Montagem/ESPN

A janela de transferência chegou ao fim, e na noite da última quarta-feira (27) a Riot Games divulgou a lista das mudanças que chegam à Segunda Etapa do CBLoL 2020.

Apesar de não ser muito movimentada, as mudanças são bastante sensíveis. O Flamengo, por exemplo, garantiu o retorno de Luci – uma das peças fundamentais para o bom desempenho do time – e ainda se reforçou com a vinda de Bvoy. Já a atual campeã KaBuM trouxe Revolta e Yang, que tentam resgatar sua fama de dupla imbatível.

A paiN se reforçou com Robo e esA, jogadores que já trabalharam com brTT no Flamengo, além da adição de Wiz. Na PRG, a novidade é Dynquedo, que volta para o CBLoL após uma curta passagem pelo Circuito Desafiante.

Veja abaixo as mudanças nos times que estão no principal escalão do League of Legends brasileiro e vamos esperar para ver como esses times vão atuar à partir do dia 6 de junho com o retorno do CBLoL.

FLAMENGO

O Rubro-Negro trouxe algumas mudanças para a sua equipe. Após amargurar com mais um vice-campeonato, o Flamengo garantiu o retorno de Luci e ainda por cima adiciona Bvoy, que veio da Misfits, à sua rota inferior.

Com dois sul-coreanos na escalação, o time precisou encontrar outro jogador para a rota do topo e a escolha para substituir WooFe foi Bankai, que veio do banco de reservas da KaBuM, mas já teve um gostinho de atuar competitivamente ao disputar a SuperLiga ABCDE pela Vivo Keyd.

FURIA

Os Panteras tiveram uma janela de transferências mais tranquila e, apesar de terem perdido Minverva, o grupo já tinha um substituto em sua própria estrutura: St1ng. Para não passar ilesa pela janela, a FURIA contratou ProDelta, que vem do banco de reservas da KaBuM. A lista divulgada pela Riot Games não inclui ScrappyDoo como técnico.

INTZ

A INTZ vai manter a sua base em comparação com a primeira etapa, porém Tianci, Zuao Blacky e Hauz não tiveram seus contratos assegurados pela equipe. A surpresa é a chegada de Yupps, que é primo de Yampi (caçador da PRG) e outros jogadores reservas que são novos talentos.

KABUM

A KaBuM está com cara nova. Os campeões da primeira etapa trocaram algumas peças importantes e trouxeram jogadores que são velhos conhecidos da torcida: Yang e Revolta. Talvez a maior perda seja Parang, que foi uma das peças fundamentais para a equipe na guinada para o topo. Porém é inegável que a dupla tem muitas conquistas nas costas e querem voltar a atuar em alto nível, além de terem um bom relacionamento com Abaxial, técnico do time.

PAIN

O clube de esports mais tradicional do Brasil mexeu em algumas peças para tentar entrar na briga pelo título da segunda etapa. A chegada de Robo pode ser considerada uma boa troca estratégica, tendo em vista que o Topo já jogou com brTT e pode ser um ponto de referência para o time variar suas estratégias. Wiz e CarioK são jogadores que podem acentuar essa diversidade.

PRODIGY

Após amargurar com a 5ª colocação na primeira etapa do ano, a PRG resolveu trazer Dynquedo, um dos melhores midlaner de 2018, para dar mais ferramentas para o time engatar. Com sua chegada, a equipe fica com a parte meio-superior bem forte e consistente.

SANTOS HOTFOREX

Os campeões da primeira etapa do Cicuito Desafiante tiveram poucas mudanças, adicionaram Juzo, um velho conhecido do CBLoL e que ficou bastante tempo fora dos holofotes. Agora jogando na primeira divisão do League of Legends brasileiro, precisamos ver como a equipe vai atuar.

VIVO KEYD

Minerva e Hidan são os novos nomes da equipe. A Vivo Keyd quer voltar para lutar nas cabeças e aposta em algumas mudanças para substituir as perdas que teve nesta janela. O caçador é um dos nomes mais conhecidos do cenário e é conhecido por sua agressividade, já o topo, é mais um dos talentos que deixaram a Havan Liberty na tentativa de ganhar destaque na elite do LoL brasileiro.