<
>

Manchester United processa a Sega por uso indevido do seu nome em Football Manager 2020

A equipe do Manchester United está processando a Sports Interactive e a Sega, responsáveis pelo game Football Manager 2020, por uso indevido de seu nome. Segundo o The Guardian, publicação britânica, a equipe de Manchester alega que há problema não só nome, mas pelo fato do time aparecer com um escudo genérico no jogo.

"Os consumidores esperam ver o escudo do clube ao lado do nome Manchester United... e esse erro no game equivale a uso indevido", alega o advogado dos Red Devils no caso.

Em resposta, a defesa dos produtores do game, neste ponto em especial, diz que “um logo diferente, dentre as opções disponíveis no game, é escolhido a cada novo jogo, já que o escudo do United não está licenciado.

Quanto ao uso do nome, os advogados de defesa argumentam que o Manchester United está presente na franquia desde o seu início, em 1992, quando ainda se chamava Championship Manager, e nunca houve questionamento por parte do clube inglês.

A defesa diz ainda que a “Sega e da Sports Interactive têm enviado cópias do Football Manager para dirigentes e jogadores do clube há anos, sem qualquer contestação” e que “membros da equipe de análise do Manchester entraram em contato em várias ocasiões com os produtores de FM, solicitando acesso ao banco de dados do game para fins de pesquisa de jogadores”.

Enquanto rola o processo no Reino Unido, Manchester United tem uma parceria especial com Pro Evolution Soccer 2020 que garante a presença integral de uniforme, jogadores e escudo no Konami. Já em Fifa 20, o time de Manchester aparece no game graças a um acordo entre a EA e a Premier League, que faz administra os direitos da liga.