<
>

Ex-estrela dos Packers, Ahman Green comandará programa de esports em universidade americana

play
NFL: De Lamar Jackson a ataque dos Patriots, os likes e dislikes de Paulo Antunes no resumo da temporada (2:23)

Você pode assistir ao vídeo completo quando quiser no WatchESPN! (2:23)

Declaradamente um amante dos esportes eletrônicos, o ex-running back que construiu história na NFL vestindo a camisa do Green Bay Packers, Ahman Green, é mais um importante nome das modalidades tradicionais que está entrando para o mercado eletrônico. Ele assumiu o comando do programa de esports da Lakeland University, dos Estados Unidos.

A trajetória de Green nos esports, por assim dizer, começou quando o ex-jogador ainda era criança e gostava de jogar Madden e Tecmo Bowl. Outras modalidades começaram a chamar a atenção do running back aposentado, como Counter-Strike: Global Offensive e Halo. Desde que "pendurou as chuteiras", o atleta promove o talk show chamado True Game Fans Network.

A universidade de Lakeland está localizada no estado do Wisconsin e recentemente criou um programa de esports que atenderá diversas modalidades como League of Legends, Overwatch, Paladins, Rocket League, Smite, Fortnite, CS:GO e Super Smash Brothers Ultimate. Um dos objetivos traçados por Green para a nova função é repassar aos alunos tudo o que aprendeu competindo na NFL.

"Como ex-jogador da NFL posso ao programa habilidades como preparação, liderança e espirito esportivo, que podem ajudar na evolução dos alunos que participarem do programa", afirmou Green. O ex-running back disse ainda que ajudará os atletas no aprendizado dos prórios erros e focará na melhora da comunição entre as equipes da universidade, ensinando a todas o espírito esportivo.

"O trabalho duro existente no futebol americano é igual ao dos esportes eletrônicos já que dedicação é uma habilidade que fará com que os atletas deem tudo de si para ajudar o time a vencer de maneira positiva. Os indíviduos não ganham jogos, os times sim", apontou Green.

Os esportes eletrônicos e a NFL já possuem relação estreita. Na semana do Super Bowl LIV, streamers de Fortnite e jogadores da liga participaram de um torneio beneficiente disputado no Battle Royale da Epic Games e que rendeu a uma instituição de caridade US$ 500 mil.

Além das ações de marketing envolvendo a liga e as modalidades eletrônicas, diversos nomes importantes da NFL investem em equipes, como o dono do Dallas Cowboys, Jerry Jones, que começou investindo no compLexity em 2017 e pouco tempo depois adquiriu a organização por completo.

* Texto publicado originalmente no ESPN Esports