<
>

Atual campeão, Royal Youth desiste da 1ª etapa da liga turca por 'incertezas'

Royal Youth disputando o Mundial de 2019, no qual foi um dos responsáveis por eliminar o Flamengo Riot Games

A primeira etapa deste ano da liga profissional turca de League of Legends (TCL) começará sem a presença do atual campeão Royal Youth. Surpreendendo toda a comunidade, a organização revelou que "incertezas" a levaram dispensar os jogadores ainda sob contratos e desistir de disputar a edição da competição que abrirá a temporada 2020.

A não participação do Royal Youth é anunciada a menos de um mês do início da TCL, que tem estreia marcada para 1º de fevereiro.

No Twitter, o clube não deu maiores explicações sobre a decisão: "Embora nossa última temporada tenha sido de sucesso, infelizmente estamos dando fim a nossa equipe devido incertezas. Nosso objetivo é continuar nosso sucesso desenvolvendo nossa categoria de base". A organização deixou o retorno em aberto.

Royal Youth surgiu no cenário turco em 2017 com o nome de Royal Bandits. O rebrand aconteceu no final de 2018, temporada na qual a organização foi vice-campeã das duas etapas da TCL. O primeiro título nacional aconteceu ano passado, na segunda etapa - conquista esta que deu à equipe o direito de disputar o Campeonato Mundial, no qual foi um dos adversários do Flamengo na Fase de Entrada.

Até revelar que não iria disputar a TCL no início deste ano, o Royal Youth contava com dois jogadores no elenco: o topo fabFabulous e o suporte Japone.

A formação que levou o clube ao primeiro título nacional foi se desfazendo durante a Janela de Transferências: o caçador Closer foi para os Estados Unidos atuar pelo Golden Guardians, o atirador Pilot retornou à Coreia do Sul para defender Rockhead e Armut foi contratado pelo SuperMassive. Já o suporte alemão Tolerant e o meio coreano cyeol ainda não encontraram uma nova casa.

A saída do Royal Youth da lista de participantes da primeira etapa da TCL 2020 é a segunda baixa que a liga sofre em menos de um mês. Ainda em 2019, a Riot Games anunciou que estava suspendendo o Galatasaray por não ter conseguido cumprir com as obrigações salariais de jogadores e treinadores até o final da temporada. Sobre a decisão tomada pelo atual campeão, a desenvolvedora ainda não se pronunciou.

TCL

Criada em 2014, a TCL adotou na última temporada o sistema de franquias, passando a contar com dez participantes e uma liga de desenvolvimento.

Em 2019, além do Royal Youth, quem também soltou o grito de campeão na liga nacional foi o Fenerbahçe, o vencedor da primeira etapa.

Com as saídas de Royal Youth e Galatasaray, a lista de participantes da primeira etapa deste ano passa a ser composta por: 5 Ronin, Besiktas, Dark Passage, Fenerbahçe, Galakticos, İstanbul Wildcats, SuperMassive e Team Aurora.