<
>

Para torcedores do Corinthians, título mundial de Free Fire colocará o esport na história do clube

Torcedores do Corinthians acompanhando o Mundial de Free Fire Garena

Assim como já está acostumada a fazer no futebol e em outras modalidades tradicionais, a torcida do Corinthians se fez presente na Arena Carioca, no Rio de Janeiro, de onde acompanhou o alvinegro conquistando o Mundial de Free Fire. Título este que, para grande parte da “Nação Corinthiana”, colocará não só o nome dos jogadores na história do clube, como também os esportes eletrônicos.

Nascido em Marília, no interior de São Paulo, Guilherme Caetano foi um dos torcedores do Corinthians que vieram até o Rio de Janeiro porque, simplesmente, se tratava do time avilnegro em ação.

Ao ESPN Esports Brasil, o torcedor afirmou que aprovou o investimento feito pelo clube nos esportes eletrônicos e revelou que é "diferente" acompanhar o Timão em uma outra modalidade sem ser o futebol.

As conquistas da Pro League, na última semana, e do Mundial, nesse sábado (16), na opinião de Guilherme representam que "o Corinthians não veio só para ser mais um time. Representam que chegamos na modalidade para sempre estarmos nas finais e conquistando títulos".

Para Caíque Ferreira, outro torcedor do Corinthians que conversou com a reportagem, é a “maior honra” ver o clube investindo nos esportes eletrônicos: “O Corinthians no Free Fire, em dois meses, ganhou um campeonato brasileiro e o mundial. É sem palavras. É emocionante mesmo ver esse investimento, ainda mais sendo um amante do jogo”.

Caíque revelou ainda que esses dois títulos têm um gostinho especial pelo o que o Corinthians representa em sua vida. "Quando eu era criança eu não era de conversar, não gostava muito de falar com as outras pessoas. Agora adulto e torcendo pelo Corinthians, o time me levou para todo lugar e me ajudou bastante nessa caminhada me apresentando muitas pessoas e amigos que também torcem pelo Timão", apontou.

Acostumado a viajar pelo Brasil para acompanhar o Corinthians no futebol, Igor Tadeu não perdeu a oportunidade de vir ao Rio de Janeiro para ver o time alvinegro não só disputando o Mundial, como também conquistar o principal campeonato de Free Fire.

Ao ESPN Esports Brasil, o torcedor revelou que é amigo pessoal de muitos dos integrantes do Timão, o que aumentou ainda mais o sentimento que possui pelo clube.

Para Igor, o investimento feito pelo Corinthians nos esports foi "muito bom" porque é uma forma do clube "divulgar a marcar, ampliar o fanatismo pelo Corinthians. O público que o Free Fire tem é muito grande e o jogo vai levar o nome do Corinthians mundo afora".

Os títulos conquistados pelo Corinthians no Free Fire vão representar "muita coisa que vai além do amor pelo clube", na opinião de Igor: "Vai abrir uma porta para outros clubes a investirem no jogo, que dá um retorno muito grande em visualização e quantidade de amantes pelo Free Fire”.