<
>

Madden 20: Se os times de New York estão mal, que tal a união Giants-Jets?

play
Blog do Curti: as falhas do 'pipoqueiro' Kirk Cousins (1:56)

Com a camisa de Blake Bortles, o comentarista falou sobre o questionado quarterback do Minnesota Vikings. (1:56)

As franquias de Nova York na NFL não começaram bem a temporada 2019 da NFL. Giants e Jets estão 0-2, sem muita esperança de mudar de condição a curto prazo.

O time do Giants conseguiu dois títulos sobre o New England Patriots, mas não tem sequer ido aos playoffs nos últimos anos. Já o Jets venceu o longínquo Super Bowl III em 1969 e, desde então, mais nada.

Já que ocupam o mesmo estádio, o MetLife Stadium, por que não uma franquia com o melhor dos dois elencos? A franquia Madden pode resolver isso

A NFL já teve casos de união de times, como o Steagles, time que tinha jogadores de Pittsburgh Steelers e a Philadelphia Eagles na temporada de 1943, já que alguns atletas estavam na Europa por causa da Segunda Grande Guerra. Como o mundo dos videogames nos permite visualizar uma combinação de dois times, podemos conferir como ficaria as unidades ofensiva, defensiva e especialistas do New York Football Jets Giants.

Observação: a origem do jogador nas listas a seguir é seu time no mundo real.

Para começar, as duas franquias não possuem um Quarterback de respeito. Sam Darnold aparece por ter o melhor rating, então podemos especular Eli Manning. O bicampeão do Super Bowl, defendido por uma linha ofensiva sólida, e o jogo terrestre com o Running Back citados acima, poderia render mais.

Falando em Running Back, poucos times da liga teriam uma dupla do calibre do Jets-Giants. Além de Bell, o time teria uma profundidade grande com Saquon Barkley (91; Giants) e Bilal Powell (78; Jets).

Posição em extinção, as duas franquias em Madden 20 possuem apenas um Fullback: Elijhaa Penny (68; Giants). Por fim, entre os recebedores, além dos três citados, há mais um bom jogador disponível: Demaryus Thomas (81; Jets).

Você confere as emoções da Semana 3 da temporada 2020 da NFL nos canais ESPN. Confira a programação: