<
>

Com YJ no 'pacote', Falkol está próximo de acertar com quarteto do EOX

Ainda com SkullZ, EOX disputou torneio realizado dentro da Game XP Divulgação

A dança das cadeiras envolvendo as equipes brasileiras de Counter-Strike: Global Offensive está a todo vapor e Falkol pode ser a próxima a revelar novidades no decorrer dos dias. Isso porque, conforme apurou o ESPN Esports Brasil, a organização está em negociação avançada para contratar o elenco que vem defendendo o EOX Gaming.

As informações obtidas pela reportagem indicam que o nome de YJ está incluso na negociação. Desligado oficialmente da W7M Gaming nessa quarta-feira (20), o jogador vem completando para o EOX nas últimas semanas. Há três dias, inclusive, esteve presente na classificação da equipe para as finais do Logitech G Challenge 2019 após vitória sobre Team Rufus.

Trata-se do segundo grande investimento feito pelo Falkol na modalidade. O primeiro aconteceu quando a organização resolveu entrar no competitivo de CS:GO, em maio, ao adquirir o quinteto que vinha jogando como Made in Canil. Contudo, aos poucos, a equipe foi se desfazendo com a saída dos jogadores.

O EOX é formado pelos ex-jogadores do WePlayGames, equipe que vem se mostrando uma das revelações do cenário nos últimos meses. Em julho, o ESPN Esports Brasil noticiou que o time, ainda contando com Skullz, foi alvo do Corinthians, mas que a negociação com o clube paulista travou após a chegada da Immortals para comandar o projeto de esports do Timão.

Desde a saída de Skullz, que foi para a W7M e, segundo sites, está próximo de fechar com o Luminosity, o EOX vem competindo com um jogador provisório. A equipe está listada como uma das participantes da reformulada Liga Dell e também competirá na 10ª temporada da Brasil Premier League - competições que formam a 2ª divisão do circuito Clutch.

A reportagem entrou em contato com a Falkol, que respondeu que não vão comentar sobre negociações.