<
>

PaiN cai para peruanos e Infamous fica com a vaga para o The International 9

Lelis, da paiN Gaming, durante o Epicenter Major. Epicenter

O The International 9 não terá uma equipe brasileira. A paiN Gaming perdeu para a peruana Infamous na grande final da qualificatória sul-americana por 3 a 0, realizada na noite desta quarta-feira (10), e ficará de fora do Mundial de Dota 2.

Esta é a segunda vez que a Infamous representará a América do Sul no The International. A organização, uma das mais antigas da região, foi a primeira representante sul-americana no TI ao conquistar a vaga em cima da SG e-sports em 2017. Na época, o time conseguiu sair da fase de grupos com 1 vitória, 3 empates e 4 derrotas, mas foi eliminada pela OG na primeira rodada da chave inferior, terminando entre a 13ª e 16ª colocação.

De lá para cá, a Infamous teve diversas mudanças em sua escalação, inclusive durante esta temporada do Dota Pro Circuit. A equipe começou com o norte-americano Mason ao lado de Timado, Papita, Mooz, Wu e Egorco, escalação com a qual disputou a DreamLeague Season 11 em março. Logo em seguida, os peruanos saíram do time um após o outro, e a Infamous disputou o Epicenter Major com quatro europeus e um argentino: Oliver, Black^, HesteJoe, Biver e Papita.

Após uma eliminação precoce no Epicenter, os jogadores deixaram a organização, que recentemente adquiriu a formação da Team Anvorguesa com os peruanos K1, Chris Brown, Scofield e Stinger, e o boliviano Wisper, que em sua maioria disputou o OGA DOTA PIT Minor e o Starladder Minor durante este DPC.

Além da Infamous, também se classificaram para o TI9 pelas qualificatórias a Mineski (Sudeste Asiático) e a Natus Vincere. As representantes da América do Norte, Europa e China serão decididas até o fim da semana.

O TI9 acontece de 15 a 25 de agosto em Xangai, China, e já possui 12 equipes classificadas por meio dos pontos do DPC: Team Secret, Virtus.pro, Vici Gaming, Evil Geniuses, Team Liquid, PSG.LGD, Fnatic, Ninjas in Pyjamas, TNC Predator, OG, Alliance e Keen Gaming. Até o momento de publicação desta matéria, a premiação do torneio já ultrapassou a casa dos US$ 26 milhões.