<
>

FIA desclassifica piloto russo que fez saudação nazista no pódio

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) desclassificou o piloto Artem Severiukhin, de 15 anos, por fazer saudações nazistas no pódio de uma etapa do Campeonato Europeu de kart. A entidade já havia anunciado a investigação do caso, cuja conclusão foi divulgada neste sábado.

O russo, que teve seu contrato rescindido poucos dias depois do acontecido, perdeu sua licença de piloto e agora está suspenso de competições organizadas pela FIA.

“Depois de ouvir o participante e o motorista e verificar as evidências em vídeo, e mesmo que o motorista tenha expressado seu profundo arrependimento por seu gesto inadequado durante a cerimônia do pódio, os comissários consideram esse tipo de comportamento inaceitável e fortemente repreensível e contra todas as normas regulamentadoras do automobilismo”, diz o documento oficial.

Segundo a entidade, Artem violou cinco cláusulas do Código Esportivo Internacional, incluindo aquela que proíbe “incitação do publico à violência ou ao ódio”. O veredito se baseou no artigo 12.2.1, que fala sobre “ato prejudicial aos interesses do esporte em geral e atos que causam danos à moral da FIA e seus órgãos”.

Com isso, a vitória da etapa de Portugal passa a ser de Joe Turney.