<
>

WNBA Finals: Chicago Sky 'engole' Griner, atropela Phoenix Mercury e fica a uma vitória do título

Equipe venceu o Jogo 3 com uma atuação espetacular e abriu 2 a 1 na série melhor de 5


O Chicago Sky está muito próximo do título da WNBA! Nesta sexta-feira, a equipe atropelou o Phoenix Mercury, venceu por 86 a 50 e abriu 2 a 1 na série melhor de 5. Agora, o título pode ser confirmado no próximo domingo (17), quando as equipes se enfrentam pelo Jogo 4, a partir das 16h (Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+.

O primeiro tempo de Chicago foi praticamente perfeito. A equipe teve uma ótima atuação ofensiva e, principalmente, defensiva. O Sky conseguiu "engolir" Brittney Griner, a principal arma ofensiva do Mercury e que terminou com 17 pontos, e também segurou a produção de Diana Taurasi, que anotou apenas 5. Com isso, foi ao intervalo com uma vantagem de 46 a 24.

Os 24 pontos marcados pelo Mercury foram o menor número de qualquer equipe nesta pós-temporada em uma primeira metade de jogo. A vantagem de 22 pontos ao intervalo igualou a maior diferença em um intervalo de jogo das Finais da WNBA e ainda "vingou" o Sky, que havia sofrido a mesma coisa no Jogo 1 das Finais de 2014 para o Mercury.

O grande nome do primeiro tempo - e da partida - foi Kahleah Copper. A ala, que acabou com 22 pontos, foi ao intervalo com 20 e pontuou mais que todo o time titular de Phoenix somado.

No segundo tempo, o Sky continuou com a atuação espetacular e foi apenas aumentando a vantagem, que chegou a ser de 36 pontos, até sair de quadra com a vitória. Agora, um novo triunfo dará o primeiro título da história da franquia, que foi vice-campeã em 2014.