<
>

Formiga quebra próprio recorde na Champions e torna-se jogadora mais velha a anotar um gol no torneio

play
Juliana Cabral relembra como eram negociações e contratos na sua época de jogadora (2:06)

Ex-atleta não tinha empresário e conta que seu pai a ajudava e como fez para ter experiências fora do país (2:06)

Formiga não cansa de fazer história.

Na partida de ida das oitavas de final da UEFA Women’s Champions League entre Breidablik e Paris Saint-Germain, ela anotou o segundo gol da partida aos 18 minutos, o que fez com que ela quebrasse o próprio recorde.

A brasileira tornou-se - novamente - a jogadora mais velha a balançar as redes no torneio: 41 anos e 227 dias.

O recorde anterior foi anotado na goleada de 7 a 0 do PSG em cima do Braga, na partida de abertura do campeonato, em setembro. Na ocasião, ela estava com 41 anos e 193 dias.

Ainda há chances de o recorde ser quebrado novamente até o final do torneio. Um dos favoritos ao título, o PSG venceu o Breidablik por 4 a 0 e enfrenta novamente o time islandês no dia 31 de outubro na partida de volta das oitavas, em busca da classificação para as quartas de final.

Vale lembrar que a meia brasileira jogou sua 7ª Copa do Mundo neste ano, tornando-se recordista em participações, entre homens e mulheres e tornou-se também a jogadora mais velha a jogar o torneio.