<
>

Fifa The Best: Rapinoe fecha ano 'de ouro' e é eleita melhor jogadora do mundo

A 'cereja do bolo' na premiação da Fifa The Best foi a melhor jogadora do mundo, última categoria a ser anunciada.

Bicampeã do mundo com a seleção norte-americana, Megan Rapinoe é eleita a melhor do mundo da Fifa.

Jogadora do Reign FC, da NWSL, Rapinoe sem dúvida alguma foi um dos maiores destaques da Copa do Mundo feminina, principalmente por elevar a voz contra o governo dos Estados Unidos. Tudo começou quando ela afirmou que, caso a seleção vencesse a Copa do Mundo, ela não iria à Casa Branca, o que causou uma leve fúria do presidente Donald Trump.

É a primeira vez que Rapinoe vence o prêmio de melhor do mundo, mas ela já soma algumas premiações importantes ao longo da carreira. Apenas olhando para a Copa do Mundo, ela roubou a cena: foi artilheira (com seis gols, ao lado de Morgan e Ellen White), chuteira de ouro e melhor jogadora do torneio.

Ela foi a primeira americana a vencer Bola e Chuteira de Ouro no mesmo torneio, além de ter sido a jogadora mais velha a anotar um gol em uma decisão. Na época, com 34 anos e dois dias.

Rapinoe também venceu os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, com a seleção norte-americana.

Ativista e assumidamente homossexual, ela tem um relacionamento com a estrela da WNBA Sue Bird, do Seattle Storm.