A CBF pisou na bola com Palmeiras e Flamengo

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Nunca é tarde para criticar a decisão, os erros da CBF. Totalmente desnecessários os jogos, dessa terça-feira (23), dos dois representantes brasileiros na final da Libertadores: Palmeiras x Atlético-MG e Grêmio x Flamengo. A Confederação Brasileira de Futebol deveria tratar melhor os seus clubes.

O vice-líder Flamengo, mesmo com chances remotas na tabela, ainda luta pelo título do Campeonato Brasileiro e será prejudicado ao entrar em campo para enfrentar o Grêmio, em jogo adiado da 2ª rodada. Repare: 2ª rodada. O Palmeiras, em terceiro lugar na competição, briga para terminar no G4 e corre o risco de perder essa posição.

Uma quarta derrota seguida do Verdão, e isso é provável que aconteça com jogadores reservas, será negativa a quatro dias da decisão no Uruguai. Isso tem um peso enorme, ainda mais se o time paulista sofrer uma goleada para o líder Galo, em casa. Nunca é bom chegar em uma decisão tão importante por baixo, desacreditado.

Seria muito melhor para Palmeiras e Flamengo realizarem esses jogos depois da decisão. E não venham falar que faltam datas no calendário. Que calendário? Não existe essa preocupação nos bastidores da CBF. Basta olhar o que acontece ano após ano.

Palmeiras e Flamengo decidem a final da Conmebol Libertadores; quem vai ser campeão?
Palmeiras e Flamengo decidem a final da Conmebol Libertadores; quem vai ser campeão? ESPN

Maltratar clubes tem sido uma constante na Barra da Tijuca, mas a culpa não é só desses dirigentes gananciosos. Os presidentes das agremiações também têm uma parcela de culpa. E podem pagar caro por isso. Afinal, só um será o campeão. Espero que o perdedor não venha chorar depois. Ser vice no país do futebol, não vale nada. Essa é a nossa cultura. 

Discussão entre Gustavo Gómez e Weverton pode ser mau sinal para o Palmeiras? Comentaristas analisam e respondem

         

    


Comentários

A CBF pisou na bola com Palmeiras e Flamengo

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Palmeiras na final da Copinha em dia de vergonha e facada no futebol brasileiro!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Torcida única em clássico paulista visa evitar confusão, mas o que vimos neste sábado (22), na Arena Barueri, foi a prova de que nada disso adianta. Aos 50 minutos de partida, houve invasão de um torcedor que tentou agredir o palmeirense Lucas Freitas e, uma faca foi encontrada no gramado por jogadores do Palmeiras. Um absurdo! Ainda mais quando não se sabe de onde veio essa arma branca. Foi arremessada por algum "bandido" torcedor ou estava com um dos invasores? E, para piorar esse cenário, o irresponsável árbitro decidiu continuar a partida quando faltavam apenas dois minutos dos acréscimos para encerrar o jogo. Por muito pouco, o São Paulo não empatou em chute de Thalles, mas o goleiro Mateus defendeu. O que seria uma injustiça com o rival e não pelo o que o Tricolor mostrou no segundo tempo. Era óbvio que os garotos do Palmeiras estavam abalados psicologicamente com o incidente e não tinham mais condições de jogo. 

Aliás, foi um jogo de gente grande. O Palmeiras dominou a primeira etapa e marcou com Giovani aos quatro minutos de jogo. Ele roubou a bola de Pablo e invadiu a área para fazer 1 a 0. O placar colocava o Verdão pela terceira vez na final da Copinha em busca do título inédito. O Tricolor poderia ter empatado na etapa inicial, mas a bola de Vitinho parou na trave.

No segundo tempo, o São Paulo voltou melhor. O time comandado pelo craque Alex criou boas chances. Primeiro com Maioli, o mais agressivo do Tricolor,  depois com Caio e Pablo, com chutes de fora da área. Já nos acréscimos, aos 48 minutos, Thalles acertou a trave e, poderia ter empatado dois minutos depois. 

A vitória por 1 a 0 garantiu o Verdão na decisão da Copinha contra o Santos na próxima terça-feira. Pela terceira vez na história, o Palmeiras chega à final da competição. As decisões anteriores foram disputadas em 1970 e 2003. 

Nesta edição, o Verdão venceu sete partidas e empatou apenas uma, além de ter balançado as redes em 25 oportunidades e sofrido cinco gols.

Há 19 anos o Palmeiras não chegava em uma decisão de Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Desde 1974 o Palmeiras não vencia o São Paulo em jogos da Copinha.

Uma pena que os garotos palmeirenses não puderam comemorar direito. Eles saíram rapidamente escoltados do gramado por seguranças do clube.

A Federação Paulista e a PM têm responsabilidade nesse episódio e obrigação de explicar à sociedade como um torcedor consegue entrar com uma faca em um estádio. Detalhe: é proibido entrar com álcool em gel em tempos de pandemia. 

Escrevi esse texto com  o estômago embrulhado por esse gesto de violência inaceitável. Vivemos dias esquisitos e não podemos admitir cenas como essa. Uma facada no futebol brasileiro!

Verdão comemora gol da vitória contra rival São Paulo
Verdão comemora gol da vitória contra rival São Paulo Angelo Salvioni/Palmeiras


Comentários

Palmeiras na final da Copinha em dia de vergonha e facada no futebol brasileiro!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Choque-Reizinho na Copinha: Palmeiras é freguês do São Paulo, mas é o favorito!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O bicho vai pegar no duelo paulista da semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior entre São Paulo e Palmeiras, no próximo sábado (22), na Arena Barueri. As duas equipes sabem jogar bola e buscam sempre o gol. Uma atração para os amantes do bom futebol, às 19h.

O Tricolor paulista buscará o pentacampeonato da competição sub-20 e está invicto, com 100% de aproveitamento: sete jogos e sete vitórias. O time comandado pelo ídolo alviverde, Alex, fez 21 gols e levou quatro, saldo de 17.

O Verdinho, que tem jogado brilhantemente como um Verdão, tentará o primeiro título na história da competição. E um garoto, de apenas 15 anos, o atacante Endrick, é a alma do time. Um craque!

A campanha do São Paulo na Copinha é melhor do que a do Palmeiras. Por isso, o Tricolor terá torcida única. Um grande diferencial na decisão.

Mas considero o Verdão o favorito no duelo. Em sete jogos, foram seis vitórias, com cinco goleadas, e apenas um empate. O time fez 24 gols e sofreu cinco.

Porém, nos confrontos históricos da competição, o São Paulo manda nos números enquanto o Palmeiras é o freguês. Em quatro duelos, o Tricolor venceu dois, o Verdão um, com apenas um empate. No 1 a 1, disputado em 2004, o São Paulo bateu o Palmeiras na semifinal na decisão por pênaltis por 4 a 2 e avançou à final.

Muito provável que essa história se repita no próximo final de semana, mas dessa vez, o Verdão tem um time melhor e que beira ao espetacular!

Palmeiras x São Paulo na história da Copinha

1974 – Palmeiras 2 x 1 São Paulo – Quartas de final (grupo)
1982 – São Paulo 3 x 2 Palmeiras – Fase de Grupos
1995 – São Paulo 1 x 0 Palmeiras – Oitavas de final
2004 – São Paulo 1 (4) x 1 (2) Palmeiras – Semifinal

Fonte: @Rodolfo1975

São Paulo terá torcida única contra o Palmeiras
São Paulo terá torcida única contra o Palmeiras Twitter São Paulo
Comentários

Choque-Reizinho na Copinha: Palmeiras é freguês do São Paulo, mas é o favorito!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Máquina Verde: Palmeiras da Copinha é mais empolgante do que o time profissional!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Uma delícia ver o time de garotos do Palmeiras na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Dá muito mais prazer do que assistir aos jogos do amarrado time profissional. A molecada corre e busca o tempo inteiro o caminho do gol. 

Na goleada sobre o Oeste por 5 a 2, algoz do Flamengo, nesta quarta-feira (19), na Arena Barueri, foram quatro gols em apenas 20 minutos no primeiro tempo: Gabriel Silva, Giovani, Endrick e Pedro Bicalho. Uma máquina de fazer gols. 

Na segunda etapa, Giovanni fez o quinto e o segundo dele no jogo. O Oeste conseguiu descontar com Popó, duas vezes.  Ele assumiu, ao lado de Figueiredo, do Vasco, a artilharia da Copinha, ambos com 8 gols marcados.

O time sub-20 do Verdão é tão imponente que já tem um ídolo: o camisa 9 Endrick. O centroavante, de apenas 15 anos, tem futebol de gente grande e encanta a torcida que canta e vibra. O gol que ele fez na partida foi absurdo. Ele deu um voleio, uma meia-bicicleta, e acertou o ângulo. Endrick chegou aos cinco gols na Copinha. Só não tem mais porque teve COVID-19 e ficou fora de alguns jogos. Quando saiu de campo, foi ovacionado pelo torcedor palmeirense. 

Mas o time dos garotos não tem só o talentoso Endrick. Tem o camisa 10 Gabriel Silva. O capitão Pedro Bicalho. Jonathan, Kevin, Vanderlan e Giovanni, autor de dois gols na vitória sobre o Oeste. Um elenco muito bom e qualificado. 24 jogadores já atuaram na competição. Opções não faltam ao técnico Paulo Victor.

O Palmeiras não disputava uma semifinal há sete anos, desde que o clube revelou o camisa 9 Gabriel Jesus. O Verdão está próximo de faturar o título inédito da Copinha. É possível acreditar nesse time. Restam apenas dois jogos. Um da semifinal, contra o vencedor de Cruzeiro e São Paulo, e a decisão no dia 25 de janeiro.

Difícil apostar em um time nesse torneio. Ele é cruel e já deixou grandes equipes pelo caminho na história. Mas os garotos do Verdão são uma realidade. Essa molecada é vencedora e acostumada a levantar taças nas categorias de base.

Nessa edição, em sete jogos, foram seis vitórias e apenas um empate, com cinco goleadas. Os garotos marcaram 24 gols e sofreram cinco. 

O título da Copinha tem a cara do Palmeiras em 2022!

Verdão avança à semifinal da Copinha com goleada
Verdão avança à semifinal da Copinha com goleada Twitter Palmeiras
Comentários

Máquina Verde: Palmeiras da Copinha é mais empolgante do que o time profissional!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Zagueiro da seleção do Penta afirma que Bélgica foi "roubada" na Copa de 2002: "não houve falta, gol normal"

Carlos Sartori
Carlos Sartori

No dia 17 de junho de 2002, a seleção brasileira de Luiz Felipe Scolari venceu a Bélgica por 2 a 0, com um golaço de Rivaldo e outro do artilheiro da Copa, Ronaldo Fenômeno. O jogo era válido pelas oitavas de final do Mundial disputado na Ásia (Coreia do Sul e Japão). O Brasil avançou, mas a história poderia ter sido bem diferente.

Quando o duelo estava 0 a 0, o atacante Wilmots abriu o placar de cabeça, aos 35 minutos da primeira etapa, e o gol foi anulado pelo árbitro jamaicano Peter Prendergast. Ele deu falta do atacante no zagueiro Roque Júnior.

Vinte anos depois, o assunto ainda gera polêmica. Um dos três zagueiros da seleção titular de Felipão, Edmilson, revelou no programa "Resenha Bambambam", apresentado pelo jornalista Márcio Bernardes, que o erro da arbitragem pode ter salvado a seleção brasileira rumo ao Penta.

"Na verdade foi um lance de interpretação errada do árbitro. Houve um cruzamento, o Roque Júnior estava na jogada junto com o Wilmots e ele (juiz) interpretou uma carga do atacante em cima do Roque. Houve um cabeceio fantástico do atacante, gol normal, foi uma interpretação equivocada. Mas isso só acontece com time que tem peso, seleção que tem peso. O dia em que a Bélgica ganhar um campeonato do Mundo vão ter essa força para poder realmente reclamar de uma arbitragem. Enquanto, eles são apenas "azarões", eles vão ficar reclamando", ironizou o ex-zagueirão.

O jornalista e apresentador Márcio Bernardes insistiu no assunto e perguntou novamente: " teve falta, teve o pênalti, enfim pra gente registrar na história. Foi polêmico, hein?"

"Não houve falta. Foi uma jogada normal e era para estar 1 a 0 para a Bélgica. Talvez o jogo poderia ser diferente, 2 a 1 para o Brasil, ou a gente até empatar e ir para a prorrogação e pênaltis. Ou até mesmo perder", afirmou Edmilson no programa semanal que é veiculado no Instagram e Facebook.

Para quem não lembra, Wilmots era o treinador da Bélgica durante a Copa de 2014, disputada no Brasil. Em uma entrevista, o ex-atacante relembrou com tristeza do lance.

"Não há nada pior do que ser eliminado de um torneio como a Copa do Mundo por uma decisão ruim do árbitro, como foi em 2002", disse decepcionado.

A Bélgica se vingou do Brasil na Copa de 2018, eliminando a seleção de Tite, ao vencer por 2 a 1. Os Belgas estiveram presentes em onze mundiais, sendo que sua melhor classificação se deu em 2018 na Rússia, onde terminou na terceira colocação.


Wilmots cabeceia para marcar contra o Brasil, em 2002. Árbitro, porém, anulou o gol
Wilmots cabeceia para marcar contra o Brasil, em 2002. Árbitro, porém, anulou o gol LAURENCE GRIFFITHS/GETTY IMAGES

Comentários

Zagueiro da seleção do Penta afirma que Bélgica foi "roubada" na Copa de 2002: "não houve falta, gol normal"

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Ausência de Neymar na seleção será a salvação de Tite

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Neymar é craque e faz falta à seleção brasileiraSem a convocação dele, para os dois próximos jogos das eliminatórias (Equador e Paraguai), Tite terá a oportunidade de buscar alternativas para montar um time diferente.

Afastado por causa de uma lesão no tornozelo, a ausência de Neymar será positiva para Tite, ainda mais com a classificação antecipada para a Copa do Mundo no Catar. O selecionado brasileiro é muito dependente do jogador do Paris Saint-Germain

Paquetá e Neymar comemoram gol com dancinha
Paquetá e Neymar comemoram gol com dancinha Lucas Figueiredo / CBF

Na despedida de 2021, a seleção fez uma excelente apresentação no empate sem gols contra a Argentina, fora de casa. Os jovens talentos representaram o Brasil em grande estilo. Resistiram a pressão dos violentos argentinos. 

Naquele duelo dos invictos, Tite não teve Neymar suspenso e ousou com uma escalação de garotos na linha de frente: o meia Lucas Paquetá e os atacantes Raphinha, Matheus Cunha e Vinícius Júnior. Eles deram um show na Argentina. 

O meia Lucas Paquetá ganhou espaço e protagonismo. Assim como o atacante Raphinha, um achado de Tite. Com Neymar em campo, essas opções talvez nunca tivessem sido testadas pelo engessado treinador.

Com Neymar fora é também um bom momento para ver como o atacante Vinicius Júnior se comportará mais uma vez na seleção como titular. Ainda mais jogando novamente ao lado do ex-companheiro de Flamengo, Paquetá. O jogador do Real Madrid tem comido a bola e é sem dúvida o melhor brasileiro no futebol europeu. 

Sinto que quando o Neymar está em campo, o que é muito bom para a seleção, os garotos são prejudicados e não têm liberdade para jogarem o que sabem. Cumprem mais funções táticas para que o camisa 10 fique livre na criação. E a dez meses da Copa do Mundo, esse é o melhor momento para testar e encaixar os novos talentos. 

Até o dia 21 de novembro, abertura do Mundial no Catar, a seleção terá apenas nove jogos para Tite definir quais serão os 23 convocados. Uma pena que na lista divulgada nesta quinta-feira (13), o técnico tenha chamado dois jogadores que nesse momento não mereciam: Daniel Alves e Philippe Coutinho. 

Talvez, Tite pudesse ter dado espaço para jovens que brilharam no Brasil. Guilherme Arana e Raphael Veiga, por exemplo, arrebentaram na temporada e ficaram de fora. Os dois mostraram que jogam muito e merecem uma oportunidade. 

Enquanto isso não acontece, Lucas Paquetá será o comandante da seleção nos próximos dois jogos no lugar de Neymar. Ele merece. O meia foi autor do gol que garantiu vaga à Copa do Mundo na vitória sobre a Colômbia por 1 a 0. 

A 50ª vitória da seleção na era Tite saiu de um lindo passe de Neymar.


Jogos da Seleção em 2022

(27/1) Brasil x Equador, em Quito (eliminatórias)
(1/2) Brasil x Paraguai, no Mineirão (eliminatórias)
(24/3) Brasil x Chile, na Arena Fonte Nova (eliminatórias)
(29/3) Brasil x Bolívia, em La Paz (eliminatórias)
3 amistosos (com datas, locais e adversários a definir) - entre 31 de maio e 14 de junho
2 amistosos (com datas, locais e adversários a definir) - entre 19 e 27 de setembro 


Comentários

Ausência de Neymar na seleção será a salvação de Tite

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

A letargia do Atlético em não conseguir contratar um técnico me assusta!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Quem não gostaria de treinar o campeão brasileiro e da Copa do Brasil de 2021? Qual técnico não queria ter nas mãos o elenco do Atlético-MG? Então pergunto: por que até agora o clube não contratou nenhum comandante? Até o Cruzeiro, maior rival do Galo e que agoniza em praça pública, conseguiu contratar um treinador! 

Tem dado sono ler todos os dias que o clube mineiro está atrás de um treinador português. Como se os lusitanos fossem a solução para todos os problemas. Está na hora da diretoria do Atlético acordar, sair dessa letargia pós-títulos e apostar logo em um técnico. Melhor um conhecido do mercado brasileiro do que um desconhecido estrangeiro. O Galo já teve um treinador internacional e não conseguiu brilhar como Cuca. O argentino Jorge Sampaoli tentou, mas não vingou. 

Essa onda de ir contra os treinadores brasileiros precisa ter um fim. Nem todos são ruins. Basta acreditar no potencial de um, dar as diretrizes do clube e trabalhar. 

Dos quatro clubes que terminaram no G-4 do Brasileirão, dois técnicos eram brasileiros e dois gringos. Na decisão da Copa do Brasil, os dois eram brasileiros. Na Libertadores, um a um. 

Veja o caso de Maurício Barbieri. Lançado pelo Flamengo no time profissional em 2018, na onda dos treinadores interinos, hoje faz sucesso comandando o Red Bull Bragantino. Aos 40 anos, é o técnico mais longevo da Série A, com um ano e quatro meses, em Bragança Paulista. Por que o Galo não busca um cara como ele no mercado? Com o elenco do time mineiro, Barbieri teria a chance de mostrar que é mais do que uma realidade.

Assim  como ele, temos outros treinadores que podem servir muito bem o melhor time do Brasil, Basta acordar, ter vontade e acreditar!

Galo comemora título da Copa do Brasil
Galo comemora título da Copa do Brasil Pedro Souza /Atlético-MG


Comentários

A letargia do Atlético em não conseguir contratar um técnico me assusta!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Bastidores do Verdão fervendo: Leila Pereira ignora torcedor comum e se ampara na maior organizada do Palmeiras

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A vida da presidente do Palmeiras, Leila Pereira, virou um inferno em menos de um mês de gestão. Antes amada por torcedores, a cartola virou alvo dos palmeirenses nas redes sociais. Desde ontem à noite (segunda, 10), uma avalanche de críticas invadiu o Twitter com a hashtag #ForaLeila . Tudo começou após a demissão do narrador oficial do Allianz Parque, Marcos Losti. O locutor tinha uma identificação grande com os torcedores. Fora isso, desde que a presidente deu a primeira entrevista coletiva, a torcida ficou com o pé atrás em relação à empresária e patrocinadora do clube, a Crefisa.

Alguns torcedores se sentem prejudicados com promessas não cumpridas pela presidente que teria anunciado um grande presente de natal. Na coletiva, ela desmentiu que tenha feito tal promessa no  programa "G4", da "Bandsports", no dia 16 de dezembro.

Leila Pereira com a camisa da Mancha Verde
Leila Pereira com a camisa da Mancha Verde Reprodução

"O torcedor pode ficar de olho, pois até o dia 25 de dezembro nós vamos anunciar alguma coisa. Estamos trabalhando arduamente para isso, queremos ir ao Mundial de Clubes com um time muito competitivo. Vamos buscar o nosso bicampeonato do Mundial", disse a cartola que cinco dias depois falou que não tinha prometido nenhum nome.

Isso azedou a relação com os torcedores "comuns". Todos pedem reforços de peso, como por exemplo, um camisa 9 a altura da história do Palmeiras. Dos cinco jogadores contratados até agora, nenhum é nota 10, no máximo 6 ou 7. Ou seja, apenas reposições de saídas.

Enquanto torcedores fazem críticas, a dirigente bloqueia os mais ousados em sua conta pessoal do Twitter. Inclusive, ela está sendo acusada de ditadora e muitos pedem o retorno do presidente Paulo Nobre, desafeto da nova presidente. Em silêncio, a única "resposta" de Leila Pereira foi um post parabenizando o aniversário da maior torcida organizada do clube, nesta terça-feira (11).

"Parabéns Mancha Verde!!! São 39 anos de dedicação, apoio e amor incondicional ao nosso grande amor, o Palmeiras", escreveu a cartola.

Aliás, na primeira entrevista coletiva como presidente, Leila Pereira fez questão de citar as torcidas organizadas e, em especial, o presidente de honra Paulo Serdan. Nos bastidores, há quem diga que a dirigente e empresária é colaboradora financeira da Mancha Verde.

Como internet é terra de ninguém, principalmente em redes sociais onde milhares de pessoas se escondem com nomes falsos, essa pode ser uma campanha contra a nova presidente. 

Porém, é compreensível a atitude de alguns dos torcedores. Tem aqueles que pedem apenas transparência na busca de um centroavante e sobre a demissão do locutor palmeirense Marcos Costi. Outros achavam que com a posse de Leila Pereira, o Palmeiras formaria um time de craques, mas, na verdade, como a presidente disse "não vou quebrar o Palmeiras", parte desse dinheiro virá dos negócios envolvendo torcida.

"Quero 100 mil sócios até o fim da temporada, serei a porta-voz de cada torcedor. Claro que virão reforços," disse Leila na primeira entrevista. Agora ela é atacada com os seus primeiros atos na presidência: demissão de funcionários, a não contratação do tão sonhado centroavante, apenas reposições de jogadores e bloqueio de torcedor. 

Após uma gestão tranquila e acessível do ex-presidente Maurício Galiotte que colocou o clube no rumo, os bastidores no Verdão fervem. A nova diretoria de comunicação vai ter bastante trabalho para gerenciar essa crise.



Comentários

Bastidores do Verdão fervendo: Leila Pereira ignora torcedor comum e se ampara na maior organizada do Palmeiras

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Paulo Sousa é o mais flamenguista dos últimos técnicos rubro-negros

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O técnico Paulo Sousa literalmente vestiu a camisa do Flamengo. Na apresentação oficial do novo treinador do clube carioca, nesta segunda-feira (10), o português concedeu a primeira entrevista coletiva vestindo uma camisa do rubro-negro. Ele foi o único dos três últimos treinadores (Domènec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho) a fazer esse gesto. E claro, a torcida gostou.

Essa tem sido a estratégia do treinador para se aproximar da história do clube de maior torcida do país. Antes da sua chegada ao Brasil, Sousa já tinha dado uma entrevista à "RTP Internacional", dizendo que o Flamengo era "o maior clube do mundo".

Inteligente, Paulo Sousa sabe que conquistar o torcedor é importante para iniciar um projeto vencedor no Flamengo. Tanto que na primeira entrevista já deixou isso claro: "Quero ver torcida e time conectados".

Além disso, está lendo livros sobre a história do clube e vendo jogos do time que tropeçou em 2021. Por isso, chamou atenção na entrevista oficial a análise que ele fez do elenco do Flamengo. Sousa reconheceu a qualidade, mas apontou que o grupo precisa de mais compromisso.

“Somos um dos ou o melhor elenco da América do Sul, mas não é suficiente para ganhar títulos e jogos. Vamos ter que trabalhar mais do que todos os outros e para isso o compromisso individual e coletivo é fundamental. Essa foi a mensagem que passei para os jogadores”, disse Sousa.

Estudioso e bem articulado, Paulo Sousa deu aula de simpatia e de futebol. Respondeu todas as perguntas, de jornalistas e comunicadores/torcedores, com inteligência. Falou de jogar com três ou dois zagueiros, de ter três atacantes em campo, mas como todos técnicos estrangeiros, sabe que a falta de tempo para treinar o time será o maior adversário.

"A pressão no Flamengo é diária e isso faz parte da nossa vida. É uma pressão que eu quero ter. Eu também quero ganhar títulos juntamente com a torcida. A torcida é exigente e é uma pressão natural. Eu vivo focado no meu trabalho juntamente com o meu estafe", disse no novo Mister.

Fiquei com vontade de ver o Flamengo de Paulo Sousa em ação. Se o time responder em campo ao que o treinador prega, a torcida poderá contar com novos dias vitoriosos. 


Paulo Sousa em primeira entrevista no Flamengo
Paulo Sousa em primeira entrevista no Flamengo Reprodução

 

 

Comentários

Paulo Sousa é o mais flamenguista dos últimos técnicos rubro-negros

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Vinícius Júnior, o craque real do futebol sorriso!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Vinicius Júnior usa a camisa 20, um duplo 10, talvez para coroar o bom momento que vive no Real Madrid. Vê-lo em campo virou sinônimo de alegria. Nos pés dele, o futebol brasileiro renasceu. Neste sábado (8/1), em seu primeiro jogo no ano, o atacante mostrou mais uma vez do que é capaz e roubou à cena do companheiro Karim Benzema, artilheiro do espanhol, com 17 gols.

O francês fez dois gols e atingiu a marca de 300 bolas nas redes pelo time merengue, mas Vini Jr também fez dois e foi eleito o melhor  jogador da partida. Resultado: goleada do líder por 4 a 1 sobre o Valencia. O brasileiro chegou ao gol de número 12 no Espanhol, o 14º na temporada.

Vini Jr comemora gol na goleada do Real
Vini Jr comemora gol na goleada do Real Twitter Oficial Real Madrid

Recuperado da Covid 19, Vinicius correu, driblou e foi o protagonista da vitória do Real. Em um lance sem bola, com um linda jogada de corpo, o atacante deixou o marcador para trás. No primeiro gol de Vini, ele driblou três marcadores, em tabela com o parceiro francês. e ficou na cara do gol. Depois, mostrou oportunismo ao marcar de cabeça. O brasileiro deu um show no Santiago Bernabéu e saiu aplaudido pelos torcedores. 

Dos 62 gols marcados pelo Real Madrid na temporada, Benzema e Vinícius Jr. marcaram ou deram assistências em 43: Benzema (22 gols e oito passes) e  Vini (14 gols e sete passes). Oito gols foram assistências de um para o outro. Talvez, a melhor dupla do futebol europeu na atualidade.

Sob o comando de Carlo Andelotti, Vini Jr virou um jogador explosivo. Ele levanta a torcida e sempre faz algo diferente quando pega na bola. Ouviu silenciosamente as críticas e hoje sorri com o seu futebol moleque. Um garoto amadurecido e nota 20. O cara mais caro do futebol mundial.

Vinicius Jr. e Benzema dão show, e Real Madrid goleia o Valencia em LaLiga; veja os melhores momentos

         

    

Comentários

Vinícius Júnior, o craque real do futebol sorriso!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

O camisa 9 do Palmeiras: "Eô eô, Endrick é um terror", mas pena que só tenha 15 anos!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O Palmeiras procura desesperadamente um camisa 9 para o time principal, mas já tem um, pena que não possa usá-lo. O garoto Endrick, de apenas 15 anos, ainda não tem contrato profissional com o time alviverde. O vínculo só poderá ser estabelecido a partir dos 16 anos. Portanto, o jovem talento só poderá assinar esse contrato a partir de julho. Uma pena, pois o garoto é bom de bola, uma joia pronta, lapidada e com faro de gol! Da mesma linhagem de Vagner Love e Gabriel Jesus. Uma cria da base alviverde.

O atacante "é um terror" como diriam antigamente os torcedores palmeirenses quando vibravam com o "matador" Evair em campo, camisa 9 que fez sucesso na década de 1990 no Verdão. Na estreia da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Endrick fez dois gols na goleada do Palmeiras por 6 a 1. Neste sábado, 8 de janeiro, o jogador fez mais dois na vitória por 3 a 0 contra o Real Ariquemes. Ele é o artilheiro e líder em participações em gols da equipe no torneio mesmo com apenas 90 minutos em campo.

Dudu leva ‘ovada’ no aniversário e sofre trote ‘pesado’ no treino do Palmeiras; assista

Diferentemente do primeiro jogo na Copinha, Endrick foi poupado no primeiro tempo e só entrou nos 45 minutos finais de partida para brilhar novamente. O segundo gol do garoto foi um golaço. O centroavante, comparado por muitos com o baixinho Romário, dominou a bola em velocidade, deixou o marcador para trás, foi em direção ao gol, aplicou uma meia-lua e, com categoria, tocou a bola por cobertura para o fundo da rede. O segundo dele e o terceiro do jogo também foi bonito. O camisa 9 recebeu de costas dentro da área, fez o giro na marcação e soltou uma bomba de pé esquerdo. Pura habilidade. 

Chama atenção algumas qualidades do centroavante. Ele sabe fazer pressão na defesa adversária para roubar a bola. É bom em proteger a bola e usa bem o corpo. Inteligente e rápido para tomar decisões, tanto no drible como no chute. Um garoto, de 15 anos, que joga contra jogadores de 20 e enfrenta todos como se fossem da mesma idade. Endrick tem personalidade. Vi um golaço dele de bicicleta na final do paulista sub-11. Por todas as categorias que ele passa, arrebenta.

"Eu tento ficar o mais tranquilo possível na frente do gol, tento fazer gols importantes para a equipe. A questão da frieza é não se afobar", disse o jogador ao SporTV. O jovem talento sabe o que faz e tem a frieza dos goleadores.

O garoto que chegou ao Palmeiras em 2016 já acumula 166 gols em 170 partidas. Segundo a assessoria do Verdão, 69 deles em torneios oficiais organizados pela FPF ou CBF. O Verdão precisa tomar cuidado, o assédio contra o jovem talento já começou. Gigantes da Europa estariam interessados na joia. Como segurar um garoto, ainda sem contrato profissional, quando clubes como Manchester United, Manchester City, Liverpool, Barcelona e Real Madrid, fazem propostas milionárias.

O pai do garoto diz que ele fica e assina contrato com o Palmeiras, por tudo o que o clube fez para a família, mas o futebol dá muitas voltas. Todo cuidado é pouco no mundo dos negócios. Tomara que a torcida do Verdão veja o tão sonhado camisa 9 brilhar em seu time profissional. Caso isso aconteça, o Palmeiras terá muita felicidade se souber fazer a coisa certa.

O que mais queremos é que Endrick fique por aqui e a torcida grite:  "Eô eô, Endrick é um terror..."

A alegria do menino Endrick
A alegria do menino Endrick Fabio Menotti / Palmeiras


Comentários

O camisa 9 do Palmeiras: "Eô eô, Endrick é um terror", mas pena que só tenha 15 anos!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

O futuro de Diego Costa

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Com um dos maiores salários do elenco do Atlético-MG, chegou ao fim a passagem do atacante Diego Costa pelo melhor time de 2021. Ele agora está livre para negociar com qualquer clube. Uma pergunta: vale a pena? 

No Galo, o salário do centroavante tinha metas contratuais com bônus para produtividade, premiações, artilharias, desempenho individual e títulos. O vencimento era de R$ 1,5 milhão por mês. Não é qualquer clube que terá grana para bancar um jogador tão caro. Ele deverá voltar ao mercado europeu.

Sempre gostei do estilo do atacante Diego Costa. Ele é o tipo de jogador que agrada os torcedores: goleador, guerreiro e polêmico. Mas confesso que esperava mais dele no retorno ao Brasil. Achava que ele teria uma melhor temporada do que o Hulk e queimei a língua. É verdade que um teve mais tempo do que o outro. 

Não acho o sergipano de 33 anos velho. A experiência europeia ajuda muito a encurtar os caminhos do campo, ainda mais em um futebol com disciplina tática. No Brasil, é muito mais fácil, só o calendário atrapalha e o excesso de jogos não foi amigo de Diego Costa.

Não deu para avaliar muito bem a passagem do centroavante em 2021. Foram apenas 19 partidas, em quatro meses, desde que chegou no Atletico-MG no final de agosto. Ele também fez poucos gols, apenas cinco. 

Desse total, disputou 15 jogos no título do Brasileirão, com quatro gols e uma assistência. Na conquista da Copa do Brasil, atuou em três partidas e fez um tento. Na Libertadores, entrou apenas uma vez em campo. 

Muitos torcedores brasileiros sonham com Diego Costa no time. Corinthians e Palmeiras, principalmente. Uma única certeza: no time alviverde, não será! 

O salário do jogador não faz parte da realidade do futebol brasileiro para os dirigentes do Verdão. A idade do atacante também pesa. O clube está montando uma equipe com média de idade inferior a 25 anos.

Sem contar que não dá para fazer um investimento tão alto pensando no Mundial de Clubes e acontecer como na final da Copa do Brasil. Ver Diego Costa saindo contundido aos 12 minutos de jogo foi o fim dele no Galo e a chance de algum clube apostar alto nele. Vale o risco?

Há quem diga que Diego Costa não era bom de vestiário e queria ser tratado como Rei, mas o único Rei do Galo foi Reinaldo!

Diego Costa comemora gol no Galo
Diego Costa comemora gol no Galo Pedro Souza/Atlético-MG

Comentários

O futuro de Diego Costa

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Entrevistas de Anderson Barros e Leila Pereira geram revolta entre torcedores do Palmeiras

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Acompanhei a entrevista coletiva do diretor de futebol do Palmeiras, Anderson Barros, do começo ao fim. Foram apenas oito minutos entre perguntas e respostas. Aliás, entrei 15 minutos antes e saí 10 depois. E o que eu vi, ouvi e li foi muito preocupante. A torcida do Verdão não gosta do profissional que renovou o contrato por mais um ano. Muitos ainda lembram de Alexandre Mattos, o ex-diretor que contratou dezenas de jogadores e montou um Palmeiras vencedor, mas que cometeu alguns erros e gastou demais. Claro que é sempre preciso colocar um filtro na internet, pois muitos que ali estavam, no canal de Youtube oficial do clube, gostam de criar polêmica, criticar, pedir a cabeça dos outros. Mas concordo com boa parte dos torcedores que acompanharam a entrevista com perguntas de jornalistas de vários veículos: Anderson Barros não respondeu nada do que a torcida queria ouvir.  

Todos sabem que o tricampeão da Libertadores precisa de reforços verdadeiros. Jogadores que cheguem ao clube para vestir a camisa titular. Principalmente para defender o Verdão no Mundial de Clubes.  Na lista dos torcedores, e que por coincidência são as mesmas solicitadas pelo técnico Abel Ferreira, a maioria pede um lateral-direito, um zagueiro canhoto e um centroavante goleador. 

Palmeiras vai contratar nome de peso para o Mundial? Diretor de futebol responde e fala em 'responsabilidade'

         
     

Anderson Barros confirmou "oficialmente" que Luiz Adriano está fora do clube, mas não falou sobre a contratação de nenhum camisa 9. Um centroavante de peso para resolver um problema crucial do time alviverde: a falta de gols. Na entrevista, Barros sequer citou as três novas contratações do clube para a temporada: o atacante Rafael Navarro, o goleiro Marcelo Lomba e o meia colombiano Eduard Atuesta. O dirigente ainda assustou o torcedor ao citar uma negociação com um ex-jogador do Grêmio para a saída de Danilo Barbosa: o volante Jaílson. Ela foi muito criticada por torcedores.

O dirigente também reforçou na entrevista que o Palmeiras não está procurando um lateral-direito no mercado. Marcos Rocha e Mayke são os jogadores da posição e "atendem às expectativas do clube". Os torcedores também não gostaram dessa declaração.

Sinceramente achei uma entrevista para inglês ver e compartilho de algumas inseguranças dos torcedores. Pelo visto, assim como no ano passado, Abel Ferreira terá mais uma vez que fazer milagre. Acreditar em um time titular mediano e apostar em um torneio para buscar o título. Ao que tudo indica, o Palmeiras não fará nenhuma contratação fora da curva. A palavra "responsabilidade" virou a bola na vez do clube. E olha que estamos falando do time brasileiro que mais lucrou no ano passado. Pensando bem, talvez  a função de Anderson Barros seja essa mesmo. Aparecer pouco e responder menos ainda. Ser o para-raio da nova presidente Leila Pinheiro.

Mais tarde, a própria presidente, em outra entrevista coletiva para responder perguntas de torcedores, disse que não vai fazer nenhuma bobagem para prejudicar o Palmeiras. A presidente citou que o bom e barato não funciona e que só existirá contratação se o investimento for com responsabilidade, ou seja, dentro da realidade brasileira.

"Não vou quebrar o Palmeiras", disse a dirigente que pediu o apoio para atingir o número de 120 mil sócios torcedores do programa Avanti. Esse pedido também gerou incômodo entre os torcedores.  

Leila citou várias vezes que o Palmeiras ganhou duas Libertadores e estará pela segunda vez seguida no Mundial de Clubes. 

"É uma fase espetacular. Meu compromisso é manter e melhorar", enfatizou.

Mas o que o torcedor mais queria ouvir também ficou em segundo plano.

"Tenho visto a insistência de vocês torcedores para a contratação de torcedores. Gostaria que vocês fizessem uma reflexão. Como éramos em 2014? Como somos hoje? Temos feito bastante alterações no nosso elenco, com a saída de alguns atletas, a chegada de outros. Sempre com responsabilidade", disse Leila.

Ou seja, será mais um ano sem grandes contratações. Com esse elenco, o Palmeiras não terá sucesso no Mundial.

E o protagonismo que Leila tanto defende, só ela enxerga.

Não senti firmeza nesse primeiro contato com a torcida. Era melhor nem ter aparecido.

Um dia para o torcedor esquecer e dormir preocupado.

Leila reunida com funcionários no retorno do Palmeiras
Leila reunida com funcionários no retorno do Palmeiras Cesar Greco / Palmeiras

Comentários

Entrevistas de Anderson Barros e Leila Pereira geram revolta entre torcedores do Palmeiras

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Se eu fosse o Galo, não esperaria Jorge Jesus!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A história recente mostrou que o treinador português Jorge Jesus não é um cara confiável. Pisou na bola com o Atlético-MG, em 2019, ao preferir o Flamengo. Depois largou o time carioca na mão, em 2020, como Cuca fez com o Galo, no ano passado. 

O melhor time da atualidade no Brasil precisa de um técnico que aceite já fazer história em um projeto vitorioso. Alguém que vista a camisa e saiba comandar o excelente elenco campeão brasileiro e da Copa do Brasil. 

Jesus pediu quase duas semanas para se decidir. Dois motivos atrasam a resposta: a não contratação da sua comissão técnica completa, formada por oito profissionais, e o pedido do staff do treinador em não trabalhar em outro clube brasileiro. 

Herói do Atlético-MG, Hulk mostra segredo da força em treino na praia e desafia o filho: 'Não é fácil!'




Como todos sabem, a ligação entre Jorge Jesus e Flamengo, que era muito boa, se desgastou no último mês. O português esnobou o clube brasileiro e perdeu a chance de retornar ao rubro-negro após ser demitido pelo Benfica. Boa parte da torcida do Flamengo não engoliu o que o Mister fez e caso ele assuma o Galo, será o fim da relação. O técnico foi acusado de ser um traidor, só por ter iniciado uma negociação. 

Eu se fosse o Galo, jamais esperaria uma resposta de Jesus. E se ele não aceitar? Quem garante que o treinador vai encaixar no elenco do Atlético? O sucesso do Mister no Flamengo não se repetiu no Benfica. 

Mesmo tendo outro português como plano B, Carlos Carvalhal, o Galo mostra ser um time bem diferente fora de campo daquele que deu show dentro. A letargia da diretoria para achar um novo treinador pode atrapalhar o começo da temporada. 

Carvalhal está ligado ao Braga e duvido que ele faça o que o seu compatriota Paulo Sousa fez pelo Flamengo: pagar uma multa milionária de rescisão para deixar a seleção polonesa.  O valor da multa no Braga é cinco vezes maior: de € 10 milhões (R$ 64,18 milhões). 

Jorge Jesus nos tempos de Flamengo
Jorge Jesus nos tempos de Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo

Não acho que trazer um técnico estrangeiro, nesse momento, seja a melhor solução para o Galo. Ainda temos bons treinadores brasileiros para dar resposta em campo. Talvez fosse o caso de procurar melhor, fugir dos velhos conhecidos, os famosos medalhões, e apostar na nova geração. 

Uma pena que as redes sociais destruíram técnicos promissores. Estamos importando profissionais que nem conhecemos e oferecendo a melhor estrutura do nosso futebol para os estrangeiros. Pior, quando os brasileiros estudam no curso da CBF são massacrados. Nunca mais seremos o país do futebol com esse complexo de vira-latas. 

Comentários

Se eu fosse o Galo, não esperaria Jorge Jesus!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Palmeiras começa 2022 pressionado por títulos da Copinha e Mundial de Clubes

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Sai ano e entra ano e o Palmeiras se vê pressionado por dois títulos importantes que o clube ainda não tem: o da Copa São Paulo de Futebol Júnior e do Mundial de Clubes da Fifa. 

E o Verdão chega forte para disputar a Copinha, o tradicional torneio que revela jovens craques. Para buscar o primeiro título no torneio sub-20, o time alviverde reforçou o elenco com atletas que atuaram pelo time profissional em 2021. Alguns deles são conhecidos do torcedor: os atacantes Gabriel Silva e Giovani, além dos meio-campistas Fabinho e Pedro Bicalho, dos zagueiros Michel e Lucas Freitas e dos laterais Garcia e Vanderlan.

Nas mãos de Abel Ferreira, o Palmeiras quebrou o recorde de jogadores das categorias de base que atuaram no time profissional em 2021. Foram 24 atletas. Essa experiência pode ajudar na conquista do título inédito. Nos últimos 5 anos, o Palmeiras faturou 100 títulos no futebol profissional e na base. A aposta pelo título da Copinha fica ainda maior com as conquistas das categorias de base em 2021. No total, os jovens do time alviverde levantaram cinco troféus em competições. 

Sormani indica atacante do futebol brasileiro que encaixaria bem no Palmeiras de Abel Ferreira: 'Seria maravilhoso'


         
     
Independentemente do título, o investimento nas categorias de base renderam talentos para o time profissional. Jovens como Renan, Gabriel Menino, Danilo, Patrick de Paula, Wesley e Gabriel Veron ajudaram o Verdão nos títulos mais recentes da equipe profissional.

Esses jovens que fizeram sucesso na base e agora brilham no time profissional estarão no Mundial de Clubes em fevereiro pela segunda vez. A responsabilidade deles será grande, ainda mais com o bicampeonato da Libertadores conquistado em apenas um ano. 

Eles não conseguiram levantar a taça na Copa São Paulo quando jogavam na base. Mas agora serão responsáveis para acabar com um drama do clube: o de não ter um Mundial. Se conseguirem ajudar nesse feito, as crias serão eternizadas e será a prova de que investimento na base é o caminho mais curto para o sucesso!

Jhonatan será um dos destaques do Verdão na Copinha
Jhonatan será um dos destaques do Verdão na Copinha Fabio Menotti / Palmeiras
Comentários

Palmeiras começa 2022 pressionado por títulos da Copinha e Mundial de Clubes

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Pagamento de multa e felicidade na mensagem em vídeo é um belo cartão de visita de Paulo Sousa no Flamengo

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Uma grande bobagem dizer que o técnico português Paulo Sousa chegará pressionado no Flamengo. Qualquer treinador que assumir o clube de maior torcida do Brasil terá esse peso nas costas. Basta olhar para o passado recente. Rogério Ceni e Renato Gaúcho, dois ídolos do futebol brasileiro, sentiram na pele a força da nação rubro-negra.

Por isso, gostei da mensagem em vídeo gravada por Paulo Sousa e divulgada pelo clube. Deu para perceber que o português está feliz e quer fazer história como o seu compatriota Jorge Jesus. Se for só pela iniciativa de ter assumido a multa de quase R$ 2 milhões para a federação polonesa de futebol, Paulo Sousa já ganhou moral. Ele fez a lição de casa e valorizou um dos maiores patrimônios do clube: os milhões de torcedores. Detalhe: a população da Polônia (37,95 milhões -  2020) é menor do que a da torcida do Flamengo.

"Alô, Brasil! Esta é uma mensagem para a maior torcida do mundo. Faço com muito orgulho e satisfação de representar um clube com a grandeza incomparável do Flamengo. É hora de trabalharmos muito para dar alegrias, títulos e aproximarmos mais de 40 milhões de torcedores em torno do time. Jogaremos juntos. Saudações rubro-negras", disse Paulo Sousa.

O treinador de 51 anos também se mostrou esperto. Em uma entrevista, logo após o anúncio, ele foi perguntado sobre qual jogador mais gostava do Flamengo. A resposta foi política: "todos, todos eles vão ser muito importantes". 

O contrato do novo treinador será de dois anos e ele vai trazer seis profissionais portugueses com ele. Paulo Sousa chegará ao Rio de janeiro na primeira semana do ano e inicia os trabalhos no CT Ninho do Urubu no dia 10, data de reapresentação do elenco principal.

Enquanto isso, enquetes começam a pipocar nas redes sociais. "Paulo Sousa dará certo no Flamengo: sim ou não?" Tudo bobagem. Expectativa de "videntes". Torcedores de outros times votando contra e as viúvas de Jorge Jesus que odiaram a contratação do novo treinador. 

Paulo Sousa merece um voto de confiança. Não é fácil chegar em um país, com outra cultura, e da noite para o dia transformar um clube "bagunçado" em vitorioso. Ele terá que reorganizar a casa e mudar o comportamento do Flamengo. 

Se a torcida não compreender isso, será mais um técnico a ser fritado e o fracasso uma questão de tempo.

Pelo menos na foto com os dirigentes do Flamengo, Paulo Sousa era o único que estava olhando para o lugar certo.

Sinal de que ele já percebeu que olhar para frente será o melhor caminho.

Sousa ao lado de Marcos Braz, Landim e Spindel
Sousa ao lado de Marcos Braz, Landim e Spindel Twitter Oficial do Flamengo




Comentários

Pagamento de multa e felicidade na mensagem em vídeo é um belo cartão de visita de Paulo Sousa no Flamengo

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Vingança do Galo? Jorge Jesus volta a ser sonho possível no Atlético pela segunda vez!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A três dias do final de 2021, o mercado da bola segue agitado no que diz respeito a dança das cadeiras dos técnicos. Em Minas Gerais, Cuca pediu para sair do Atlético-MG, campeão estadual, do Brasileirão e da Copa do Brasil, por problemas pessoais. No rival Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo foi demitido. No Flamengo, o treinador português Paulo Sousa poderá ser anunciado oficialmente a qualquer momento. Enquanto isso, em Portugal, Jorge Jesus foi desligado do Benfica e está livre no mercado para tristeza da nação rubro-negra.

Antes do sucesso do treinador português no futebol brasileiro comandado o Flamengo, o Mister foi convidado em maio de 2019 para acompanhar a vitória do Atlético por 2 a 1 sobre o Flamengo, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. A diretoria do Galo fez uma proposta para o português assumir a vaga então ocupada interinamente pelo técnico Rodrigo Santana, mas não aceitou. Menos de um mês depois, no dia 1º de junho, Jesus era contratado pelo Flamengo por apenas um ano. Na época, os dirigentes do Galo ficaram revoltados!

O Mister fez história no Flamengo! Em apenas 57 jogos, seis títulos, com 43 vitórias, dez empates, apenas quatro derrotas, 129 gols pró e 47 contra. O português se tornou Rei do Rio e é considerado por muitos, o maior técnico de todos os tempos. 

Não é oficial e nem existe proposta, ainda. O próprio dirigente alvinegro, Rodrigo Caetano, disse informalmente que o clube ainda está digerindo a saída de Cuca e não tem nenhum nome para substituir o treinador. Aliás, Cuca tem esse péssimo hábito de largar clubes. Foi assim no Palmeiras, Santos e agora no Galo.

Mas voltando ao Mister, e essa é apenas uma observação deste blogueiro, será que o Galo guarda rancor por Jesus não ter aceitado treinar o clube há dois anos? Claro que não! Coisa do passado. Duvido que a torcida do Galo não aceitaria o Mister no comando do time. 

Outro ponto positivo para essa contratação: Jesus está livre no mercado e não há multa rescisória a ser paga, já que foi tudo acordado entre ele e o Benfica. O português está com grana alta nas mãos. O Mister também está chateado com o Flamengo que não soube esperar a sua saída que era quase certa.

imagina se o Atlético contratasse Jorge Jesus para comandar o super elenco? Faço mais perguntas: O Mister teria feito sucesso no Galo em 2019? Hoje, ele encaixaria no time mineiro? Jesus superaria os números de Cuca? Seria uma vingança do Atlético?

A resposta deixo para vocês!

Cuca no comando do Atlético-MG na temporada 2021

75 jogos
52 vitórias 
9 derrotas
75.6% aproveitamento 
136 gols marcados
52 gols sofridos 
3 títulos 

Jorge Jesus nos tempos de Flamengo
Jorge Jesus nos tempos de Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo

Comentários

Vingança do Galo? Jorge Jesus volta a ser sonho possível no Atlético pela segunda vez!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Paulo Sousa preferiu Flamengo ao sonho de comandar Polônia, de Lewandowski, na Copa do Mundo

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Fiquei surpreso com a escolha do treinador português Paulo Sousa, que preferiu comandar o Flamengo à seleção da Polônia do artilheiro Robert Lewandowski na Copa do Mundo de 2022 no Catar. 

Os poloneses ainda não estão classificados para o Mundial e terão que disputar a repescagem em março. O primeiro adversário será a Rússia na semifinal, no dia 24, fora de casa. Caso a Polônia avance, enfrentará o vencedor do duelo entre Suécia e República Tcheca, no dia 29. 

Quem não quer participar de uma Copa do Mundo? Quanto vale para o currículo de um técnico comandar uma seleção no maior torneio do planeta bola? O sonho de treinar o time de maior torcida do Brasil falou mais alto do que tudo isso!

Não dá para analisar a escolha pessoal de um profissional. Fico então com uma segunda opção. O Brasil se tornou o novo eldorado para os técnicos estrangeiros, em especial, os portugueses. Isso se deve, sem dúvida, ao sucesso de Jorge Jesus no comando do Flamengo, e mais recentemente, Abel Ferreira no Palmeiras. As três últimas Libertadores foram vencidas por eles. 

Além disso, os altos salários do futebol brasileiro chamam atenção e despertam cobiça. O time carioca vai pagar uma pequena fortuna para ter Paulo Sousa. Seria só dinheiro a escolha de Sousa? Todos técnicos sonham em treinar um time brasileiro? Ou ele não acreditava na classificação da Polônia? 

Desde janeiro de 2021, ele comandou a Polônia em 15 jogos. Foram seis vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Sousa teve 51,1% de aproveitamento.


A elegância de Paulo Sousa, novo técnico do Flamengo
A elegância de Paulo Sousa, novo técnico do Flamengo UEFA/UEFA via Getty Images


O profissional português teve coragem em aceitar o cargo no Brasil e vai pagar um preço alto por isso. Na Polônia, por exemplo, foi taxado de “traidor”. Pior definição como essa na humanidade não existe. E quem disse isso foi Franciszek Smuda. Ele treinou a Polônia entre 2009 e 2012.

“Esta traição será lembrada e vai, no futuro, virar-se contra ele. Nunca tinha visto uma coisa assim no mundo do futebol", criticou o polonês.

O capitão da seleção polonesa, Robert Lewandowski, também ficou surpreso com a decisão de Sousa. Mas o português fez questão de conversar com o artilheiro. Lewa queria a continuidade de Sousa no comando da seleção. Outro ídolo polonês, o ex-jogador Boniek, também detonou o treinador português.

"Ao colocar o dinheiro à frente da decência, Paulo Sousa terá perdido entre nós. Mas penso que isso jogará ao nosso favor e nossas chances na repescagem aumentam. Fiz dele treinador de seleção. É inteligente e conhece o futebol. Estou incrivelmente enojado e pouco desapontado", soltou o verbo o também ex-presidente da federação polonesa, responsável por sua contratação.

É de se admirar quem larga um trabalho no meio, às vésperas de uma Copa do Mundo e paga a própria multa. O treinador desembolsará 300 mil euros, o que dá mais de R$ 1.9 milhão, na cotação atual. Tudo isso por um contrato de apenas dois anos. Por outro lado, terá o melhor elenco que já teve em mãos pelos clubes e países que passou. Com o Flamengo, poderá sonhar com títulos importantes. Vale o risco!

Especula-se que o custo anual de Paulo Sousa, contando o salário do treinador e de toda sua comissão técnica, composta por seis pessoas, duas a menos do que a de Jorge Jesus, será de 2,8 milhões de euros (R$ 18 milhões). O custo mensal será de R$ 1,5 milhão.

A torcida do Flamengo terá que respeitar muito esse treinador que fez uma aposta corajosa, e pelo menos na Europa, queimou o seu filme. Mas o que isso importa se ele fizer sucesso no Flamengo?

 

 

Comentários

Paulo Sousa preferiu Flamengo ao sonho de comandar Polônia, de Lewandowski, na Copa do Mundo

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

O bom português do Verdão: Abel Ferreira e as duas Libertadores em 2021

Carlos Sartori
Carlos Sartori

'O Abel Ferreira é o técnico ideal para tentar repetir o que um dia Tite fez com o Chelsea', diz Celso Unzelte


Enquanto o Flamengo busca desesperadamente um treinador português na Europa, o técnico do Palmeiras curte as férias ao lado da família em Portugal. Falar de Abel Ferreira hoje no blog será como uma retrospectiva do fato mais importante do ano. Ele foi o grande nome do futebol brasileiro em 2021. 

Com um elenco nota 7, conquistou dois títulos da Libertadores no mesmo ano. Feito histórico no futebol. Abel tirou leite de pedra de um time que era pior do que o Atlético-MG e Flamengo.

Na base da conversa, da psicologia, conseguiu fazer a equipe se superar e conquistar o que para muitos era impossível. Uma imagem ficou marcada na trajetória rumo ao bicampeonato sob o seu o comando. Quando o Palmeiras levou o gol de Vargas no Mineirão, 1 a 0, ele apareceu em close fazendo o gesto de calma para os seus jogadores.

A tranquilidade contra o Atlético, dava a entender que a estratégia dele estava desenhada há dias. O Verdão se classificou à final ao empatar em 1 a 1, com gol de Dudu após passe de Veron. Jogador que Abel colocou em campo.

Gosto do estilo de Abel e das suas entrevistas coletivas. Não perco uma. Diferentemente da média de treinadores, ele sempre tem algo importante para dizer. Seja taticamente ou não. 

Abel prega o lema “todos somos um”. Ele virou mantra na sua equipe. O ensinamento da “cabeça fria e coração quente” se tornou combustível na busca pelas vitórias. O “Avanti, Palestra”, grito no vestiário ao fim das preleções ates dos jogos, a chama das conquistas.

Na final contra o Flamengo, o time alviverde mostrou mais uma vez que nem sempre o melhor elenco vence. Soube fazer uma estratégia seguida à risca por seus atletas. A vitória por 2 a 1 deu ao Verdão o tricampeonato da Libertadores.

O primeiro gol do Palmeiras contra o Flamengo saiu de um passe longo do zagueiro paraguaio Gustavo Gómez. Ele achou Mayke livre antes de achar Raphael Veiga livre para marcar. Essa foi uma jogada ensaiada por dois meses e observada por Abel após perceber um comportamento defensivo do time carioca.  

Quando o adversário estava com a bola contra o Flamengo, o Filipe Luís dava dois passos para dentro e quem marcava o corredor era o Bruno Henrique ou o Michael. Foi com essa observação que Abel trabalhou a cabeça de Gómez para dar o belo passe que desestruturou o time de Renato Gaúcho.

Técnico Abel Ferreira, o grande destaque de 2021
Técnico Abel Ferreira, o grande destaque de 2021 Cesar Greco / Palmeiras

Abel Ferreira é um treinador diferenciado. Durante o ano eu o critiquei várias vezes neste blog. Não gosto de algumas substituições que ele faz e se perde em escalações. O treinador português valoriza muito os números e estatísticas produzidas por sua comissão técnica. Foi assim que o mediano Zé Rafael ganhou a titularidade. 

Ele também sacou os garotos do time que tiveram um início avassalador. Gabriel Menino e Patrick de Paula. Esse segundo, teve problemas extra-campo. Não vou revelar o que soube, pois à vida pessoal é do atleta e não me interessa.

Até hoje, a melhor partida do Palmeiras foi a vitória contra o River Plate no duelo de ida da semifinal da Libertadores em 2020. O trio de garotos Danilo, Patrick de Paula e Gabriel Menino tiveram uma excelente atuação, depois só o primeiro se manteve no time titular. Opções de Abel Ferreira.

Mas dizer o que de um cara que é iluminado. Quem imaginou que os dois gols dos títulos da Libertadores seriam marcados por heróis improváveis: Breno Lopes e Deyverson? Dizem que é sorte, eu digo que é trabalho. Acreditar no treinamento e no que só o treinador vê e pede.

Abel Ferreira, de apenas 43 anos, foi um achado do Verdão. Nascido na cidade de Penafiel, o ex-jogador faz parte da nova geração de treinadores. O primeiro português, oitavo europeu e 23º estrangeiro a assumir o comando do Palmeiras.

Em apenas 13 meses, três títulos de peso: Copa do Brasil (2020) e Copa Libertadores (2020 e 2021). O vínculo do português com o Palmeiras vai até dezembro de 2022. O Verdão ofereceu contrato até dezembro de 2024, com valorização salarial, mas até agora Abel disse que irá cumprir o primeiro acordo. Se o time alviverde perder o seu grande comandante, boa parte do sucesso estará indo embora.

 

Comentários

O bom português do Verdão: Abel Ferreira e as duas Libertadores em 2021

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Teve meme de Braz, goleada do Porto e eliminação do Benfica: João de Deus não salva Jorge Jesus no clássico português!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Fora JJ! A hashtag invadiu o Twitter para ironizar o baile sofrido pelo Benfica na casa do rival Porto e dar aquele empurrãozinho ao Flamengo. O placar de 3 a 0 eliminou os encarnados da Taça de Portugal, nesta quinta-feira (23), e aumentou a crise entre torcedores benfiquistas e Jorge Jesus. O treinador nem estava à beira do gramado no estádio do Dragão. Suspenso, o time foi comandado pelo auxiliar-técnico João de Deus. A goleada do Porto que avançou às quartas de final da competição foi acompanhada também por Jesus dos camarotes.

Durante o show do Porto, comandado no primeiro tempo pelo atacante brasileiro Evanilson, autor de dois gols e expulso nos acréscimos, uma imagem virou meme nas redes sociais. O sorriso do vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz. Não sei qual era o contexto da cena, mas a felicidade do dirigente foi exposta como se ele vibrasse com o resultado negativo do time de Jorge Jesus. 

A presença de Braz e de Bruno Spindel chamou atenção no clássico em uma semana conturbada em Portugal. O Benfica não gostou do assédio do Flamengo sobre Jorge Jesus. Eles foram convidados pela diretoria do Porto para assistir ao jogo. Mais um motivo para esquentar a rivalidade. 

Evanilson marca dois gols na vitória do Porto sobre o Benfica
Evanilson marca dois gols na vitória do Porto sobre o Benfica Twitter Oficial do Porto


Impressionante como o Benfica de Jesus não chega aos pés daquele Flamengo que encantou em 2019. O trabalho dele é bem fraco à frente do clube lusitano. Um time que não empolga. O Porto dominou o primeiro tempo com dois gols em apenas seis minutos, com Evanilson e Vitinha. Fácil, fácil. O terceiro foi marcado por Evanilson e saiu aos 32. O placar poderia ter sido mais elástico. No segundo tempo, parecia que o Benfica tinha um jogador a menos. Um time sem reação e poder de produção. O Porto seguiu melhor, mas tomou um gol do Benfica nos minutos finais anulado pelo VAR.

Sob olhares de dirigentes do Flamengo, Benfica é atropelado pelo Porto com dois de Evanilson na Taça de Portugal; VEJA!

         

    

 

Semana que vem, na próxima quinta-feira (30), tem outro duelo entre Porto e Benfica no estádio do Dragão. Esse válido pelo campeonato português. Outra derrota ou goleada pode acelerar o sonho do Flamengo. Demitido, Jorge Jesus com certeza fecharia com o time carioca. O fora Jorge Jesus cada dia ganha mais força, mesmo com vibrações vindas do Brasil. 

Jorge Jesus acompanha derrota parcial do Benfica por 3 a 0 contra o Porto no Estádio do Dragão; VEJA!

         

    

 

Comentários

Teve meme de Braz, goleada do Porto e eliminação do Benfica: João de Deus não salva Jorge Jesus no clássico português!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Dirigentes do Flamengo caçam técnico e causam em Portugal: "Estou trabalhando para ter um treinador e comissão técnica. Somente isso", diz Braz

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Nesse momento, a dupla Marcos Braz e Bruno Spindel ou está degustando uma iguaria tipicamente portuguesa em um delicioso restaurante de Lisboa ou se prepara para dormir após uma quarta-feira desgastante. O dia foi produtivo, mas confuso para buscar um novo treinador para o Flamengo.


Perguntei ao vice-presidente de futebol, Marcos Braz, se valia a pena a pequena “revolução” que eles estavam fazendo em Portugal. E ele foi curto e grosso na sua resposta: “Não estou fazendo nada. Estou trabalhando para ter um treinador e comissão técnica. Somente isso”, respondeu por whatsapp.

Marcos Braz em coletiva de imprensa
Marcos Braz em coletiva de imprensa Alexandre Vidal / Flamengo

A torcida do Flamengo ficou animada com a notícia do “sim” de Jorge Jesus divulgada pela manhã. Horas depois, o “não” foi anunciado por João de Deus, auxiliar-técnico do Mister. Teve lavação de roupa-suja entre o Benfica, clube de Jesus, e a o canal de televisão CNN que noticiou que o treinador iria retornar para comandar o time carioca. Braz e Spindel estão causando em Portugal. 

A verdade é que todo o esforço dos dirigentes do Flamengo não será recompensado nesse momento. Jorge Jesus não sairá do Benfica antes de maio, quando termina o seu contrato com o clube lusitano. Primeiro: porque ele não quer encerrar o contrato, ou seja, pedir demissão. Segundo: porque a multa rescisória dele e da sua comissão técnica é alta.

Mas como futebol é dinâmico, pode ser que tudo mude na quinta-feira da outra semana (30 de dezembro). Isso porque, o Benfica jogará a segunda partida contra o Porto em sete dias. O primeiro duelo será pela Taça de Portugal, amanhã (23). O segundo confronto pelo campeonato português. Duas derrotas em um clássico pesam muito.

Fico imaginando como deve ser a conversa entre Braz e Spindel tomando um caldo verde ou comendo lulas salteadas com um belo vinho verde, em Lisboa. Talvez, eles não imaginassem que a estadia em Portugal seria tão longa. Nem sempre passar o Natal fora de casa é ruim. O problema vai ser voltar sem nenhum presente para a torcida.

 

Comentários

Dirigentes do Flamengo caçam técnico e causam em Portugal: "Estou trabalhando para ter um treinador e comissão técnica. Somente isso", diz Braz

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

mais postsLoading