<
>

Escândalo de trapaça na MLB resulta em demissões de técnicos e dirigentes de dois dos últimos três campeões

A MLB vive um novo escândalo neste começo de ano.

Uma investigação feita pela liga descobriu que Houston Astros (campeão em 2017) e Boston Red Sox (campeão de 2018) usavam um esquema de decifrar os sinais de arremessadores e catchers adversários antes dos arremessos (algo que não é permitido por regra) para ganharem vantagem competitiva nos respectivos playoffs.

Nesta semana, Alex Cora, que ganhou o título de 2018 com os Red Sox e foi assistente dos Astros em 2017, foi demitido após as investigações virem à tona. A franquia de Boston aguarda ainda as punições da liga

Nos Astros, o técnico AJ Hinch e o gerente geral Jeff Lunhow também foram demitidos, além de suspensos pela temporada 2020 da MLB, e a franquia perdeu escolhas no Draft, bem como recebeu uma multa de US$ 5 milhões.

"Cora estava envolvido em um esquema de trapaça e utilizou a sala de replay para decodificar e transmitir sinais dos rivais. Cora participou em ambos os esquemas e através disso tolerou a conduta dos jogadores", disse o comissário da MLB, Rob Manfred, em comunicado.

Sob o comando de Cora, os Red Sox venceram 108 jogos em 2018, bem como passaram pelo New York Yankees, Astros e Los Angeles Dodgers nos playoffs rumo ao título.